Cacuriá é destaque em programação para crianças na Casa Museu Ema Klabin em São Paulo

22

Programação terá ainda lançamento de livro

Em dezembro, a Casa Museu Ema Klabin apresenta uma programação musical voltada para as crianças e famílias. No dia 3, às 11h, a Camerata de Violões Infanto-juvenil do GURI Capital e Grande São Paulo apresenta, sob a regência de Flavia Prando, obras de mestres como Heitor Villa-Lobos, Chiquinha Gonzaga e Ernesto Nazareth, entre outros.

No dia 4, às 15h, o gRUPO êBA apresenta, pelo programa Tardes Musicais, o espetáculo infantil e bilíngue (Libras e português) Cacuriando. As crianças vão interagir com brincadeiras, canções e o cacuriá, dança típica da cultura popular maranhense apresentada, durante a Festa do Divino Espírito Santo, uma das manifestações culturais mais importantes do estado nordestino.

Todo o espetáculo é realizado em Libras – Língua Brasileira de Sinais, para que as crianças surdas e as ouvintes possam participar do mesmo universo lúdico e interativo. A vivência cultural contará com a educadora e intérprete de Libras Amanda Lioli; a cantora, atriz e pesquisadora de sons corporais, Drika Ferreira; a percussionista Li Albano e da artista MC, slammer, poeta surda e performer, Nay Rodrigues.

Os dois eventos têm entrada franca, com 100 lugares presenciais a cada dia. No dia 4, o espetáculo também será transmitido ao vivo pelo canal do YouTube da Casa Museu Ema Klabin.

Lançamento de livro – No dia 3 de dezembro, das 15h às 18h, a Casa Museu Ema Klabin recebe o lançamento do livro de poemas O que há de autêntico em uma mãe inventada (Editora Urutau), da escritora Oluwa Seyi Salles Bento. Durante o encontro, haverá um bate-papo com a autora da obra e as autoras do prefácio e do posfácio do livro, Lara de Paula e Zainne Lima. Temas como planos, adiamentos, negações e impossibilidades que envolvem a maternidade ainda não exercida serão discutidos, além da leitura de poemas. O livro estará disponível para compra, mas é possível reservá-lo com a autora acessando suas redes sociais e recebê-lo autografado no lançamento.

Visita à casa museu – Antes de cada programação é possível visitar a Casa Museu Ema Klabin. A residência onde viveu Ema Klabin de 1961 a 1994 é uma das poucas casas museus de colecionador no Brasil com ambientes preservados e conta com uma rica coleção de arte, incluindo pinturas do russo Marc Chagall (1887-1985) e do holandês Frans Post (1612-1680), além de artes decorativas e peças arqueológicas. Até o dia 16 de dezembro, a casa museu apresenta a exposição ReviraVolta, com curadoria de Paulo de Freitas Costa.

Serviço:

Camerata de Violões Infanto-juvenil do GURI Capital e Grande São Paulo

    • 03 de dezembro, às 11h
    • 100 lugares presenciais por ordem de chegada

Lançamento do livro O que há de autêntico em uma mãe inventada

    • 03 de dezembro, às 15h

 Tardes Musicais: Grupo êBA espetáculo infantil Cacuriando

    • 4 de dezembro, às 15h
    • 100 lugares presenciais por ordem de chegada e transmissão ao vivo pelo Canal do YouTube da Casa Museu

Exposição ReviraVolta

    • Até 16 de dezembro de 2022
    • De quarta a sexta-feira em grupos acompanhados por educador. Finais de semana e feriados, visitas livres. Sempre em quatro horários: 11h, 14h, 15h15 e 16h30.
    • Rua Portugal, 43 – Jardim Europa – São Paulo, SP
    • Entrada franca*

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui