Cerveja Magnífica seleciona quatro histórias que expressam amor por São Luís

0
211
Tia Dica é uma das personagens convidadas pela Cerveja Magnífica que conta sua história de amor por São Luís (Divulgação)

Histórias que revelam o amor e a conexão com a Ilha Magnética

Para comemorar os 408 anos da fundação de São Luís no mês de seu aniversário, a Cerveja Magnífica, nascida e criada no Maranhão, decidiu contar a história de quatro pessoas que tem um forte elo com a cidade e que aceitaram o desafio de declarar seu amor em uma série com quatro mini filmes que já começaram a ser postados nas redes sociais da Magnífica.

Os convidados foram o cantor e compositor maranhense Zeca Baleiro, que leva a ilha por onde vai; a cozinheira e empresária Tia Dica, que veio do interior do Maranhão e ficou; o professor de dança e designer Joseph Osei, que veio de Gana (África) e se apaixonou; e a dama do reggae Célia Sampaio, que havia saído mas já voltou para casa. A escolha desses personagens foi realizada em parceria com o SobreOTatame.com.

O primeiro vídeo a entrar no ar foi do cantor e compositor Zeca Baleiro. Atualmente Zeca vive em São Paulo com a família, mas o Maranhão e a cidade de São Luís estão sempre presentes no seu dia a dia, seja nas lembranças ou na decoração da casa com objetos que representam a cultura local como por exemplo as miniaturas de bumba meu boi.

O cantor e compositor Zeca Baleiro é um dos convidados para contar sua história de amor por São Luís

“Eu adoro aquela atmosfera boemia dos bares ali do Centro Histórico. Eu acho aquilo romântico, gosto de zanzar por ali, sinto uma paz. Quando eu volto meu sotaque se acentua… mas cê acaba trazendo coisas, expressões, formas de falar, de fazer poesia, música. Fica evidente sua origem. Tenho orgulho disso.”, declarou Zeca Baleiro.

O depoimento do artista causou identificação do público que conhece tão bem as ruas da Praia Grande, bairro que abriga o Centro Histórico, com seus casarões e azulejos, bares, teatros e o Mercado das Tulhas, com artigos típicos da culinária maranhense. “A cidade, a história, é muito místico. Ali é a história viva. #ilhaMAGnetica.”, comentou Valfrânio Freitas na postagem do vídeo.

Até este sábado (12), o público vai poder conferir todos os depoimentos e se emocionar com histórias como a de Joseph Osei, natural de Gana, país africano que em 2006 chegou a São Luís e logo se apaixonou pela cidade e pelas pessoas. De Tia Dica, uma talentosa cozinheira que veio da baixada maranhense para São Luís ainda criança e hoje tem seu próprio restaurante, um dos mais disputados do Centro Histórico. E ainda da cantora e compositora Célia Sampaio que cresceu no bairro da Liberdade e traz no gingado do reggae a força de São Luís.

Professor de dança e designer Joseph Osei, fala de sua chegada de Gana e sua recepção em São Luís

Os mini filmes têm como trilha sonora a nova versão da música Ilha Magnética, gravada pela banda Raiz Tribal, com a participação do cantor e compositor da música, César Nascimento. 

“A nossa ideia é homenagear São Luís e mostrar a importância que essa cidade tem para a cerveja Magnífica e para todos os maranhenses, em especial os que vivem aqui. Contar essas histórias é contar um pouco da história dessa cidade e de como ela é generosa e acolhe não só quem é daqui, mas todos que em algum momento adoram São Luís como sua própria cidade. É um orgulho para nós também fazer parte dessa história”, destacou Tiemy Schneider, gerente de Marketing da Magnífica.

Para acompanhar todas as histórias, basta seguir o perfil @cervejamagnifica no Instagram®, ou @MagnificadoMA no Twitter®. Quem quiser pode também contar sua própria história de conexão com a cidade por meio dos comentários.

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação