No retorno ao Brasil, Ciro silencia sobre apoio a Fernando Haddad

0
789
AQUILES EMIR
Cercado de expectativa, o desembarque do ex-candidato à Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, na noite desta sexta-feira (26) no Aeroporto Pinto Martins, em Fortaleza (CE), frustrou os planos dos coordenadores da campanha de Fernando Haddad (PT), que esperavam uma manifestação enfática de apoio ao candidato petista. Ciro, porém, desembarcou por volta das 22h, mas saiu do aeroporto sem dar uma declaração sequer sobre a eleição.
Fora do Brasil há 15 dias, cumprindo viagem pelo continente europeu, para onde viajou logo após o primeiro turno e declarar “apoio crítico a Haddad”, o ex-governador do Ceará não ratificou esse apoio, tampouco falou mal de Jair Bolsonato (PSL), adversário do petista, como desejavam Haddad e seus correligionários.
Os organizadores da recepção, tendo à frente o senador eleito e ex-governador Cid Gomes, que criou um dos maiores constrangimentos a Fernando Haddad, ao chamar petistas de babacas, dizer que Lula está preso e nada fazer e profetizar que o PT vai perder, “e feio”, ainda chegaram a montar sala para uma entrevista coletiva, porém Ciro saiu sem falar com os jornalistas, apenas gritou “ele não”.
  
Imagem relacionada
Um apoio de Ciro Gomes, ainda que seja somente neste sábado (27), véspera da eleição, é bastante aguardado pela campanha de Fernando Haddad (PT), que afirmou nesta sexta-feira ter a certeza de que o pedetista iria dar uma declaração incisiva a seu favor e recomendando voto não a Bolsonaro.
“O Ciro é meu companheiro de longa data. Tenho certeza que ele vai fazer uma fala dura nesta reta final e nós vamos vencer juntos“, disse em entrevista à Rádio Super Notícia, de Minas Gerais. Ciro, porém, foi duramente prejudicado pelos petistas, que manobraram para esvaziar sua campanha para que não prejudicasse os planos do ex-presidente Lula de eleger Haddad.
  
Durante a semana, Carlos Lupi, presidente nacional do PDT, chegou a afirmar que Ciro iria gravar um vídeo em apoio a Haddad. Nesta noite, enquanto aguardava chegada do correligionário, Lupi assegurou ao O POVO Online que Ciro irá votar em no petista. “Agora nós (do PDT) queremos guardar o direito de não precisar fazer campanha, porque o PT nos machucou muito neste processo eleitoral”, disse.
(Com dados do jornal O Povo)
Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação