Com mais de uma por hora, Maranhão ultrapassa nesta sexta marca de 500 mortes por coronavírus

0
533

AQUILES EMIR

Considerando-se o volume e a velocidade com que vêm sendo registradas por dia, o Maranhão ultrapassa nesta sexta-feira (14) a marca das 500 mortes por covid-19. O boletim divulgado nesta quinta (14), que aponta 496 óbitos, indica que nas últimas 24 horas morreram 26 pessoas no estado, ou seja, mais de uma a cada sessenta minutos, a mesma quantidade verificada de terça (12) para quarta (13) e se for mantido esse ritmo, serão 522 as vítimas fatais da pandemia.

No boletim de quarta-feira (13), apontavam 470 mortes, 9,8 mil casos confirmados.

Das 496 mortes já registradas no estado, 403 são da Grande São Luís, onde o Governo do Estado se viu obrigado a decretar lockdown para diminuir a proliferação do vírus. Das mortes da Ilha, 363 ocorreram capital, 05 em Raposa, 18 em São José de Ribamar e 17 em Paço do Lumiar. Nas últimas 24 horas, foram 17 mortes em São Luís, uma em Raposa e uma em Paço do Lumiar.

Na divulgação dos números desta quinta, o secretário de Saúde, Carlos Lula, disse que na Ilha continua baixando o percentual de casos positivos em relação aos testes realizados. “Temos de nos manter assim por mais alguns dias para falar que de fato temos uma tendência. As medidas de isolamento permanecem necessárias”, disse ele defendendo a continuidade do lockdown.

Ainda de acordo com o boletim da Secretaria de Saúde, os casos confirmados ultrapassam 10,7 mil, ou seja, mais de 50% dos 20,7 mil testes realizados no estado. Veja o balanço.

Imagem

Com relação aos leitos da capital, cujo volume de ocupação foi a justificativa para a decretação do lockdown, os números são os seguintes:

CAPITAL*
TAXA DE OCUPAÇÃO DE LEITOS DE CLÍNICOS Covid-19
Total de leitos 531
Leitos ocupados 498
Leitos livres 33
% de ocupação 93,79%
TAXA DE OCUPAÇÃO DE LEITOS DE UTI Covid-19
Total de leitos UTI 201
Leitos ocupados UTI 193
Leitos livres 8
% de ocupação UTI 96,02%
Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação