Com rivalidade intensa, Flamengo e Fluminense encerram Campeonato Carioca nesta quarta-feira

0
64
Rio de Janeiro - 12/07/2020 - Maracanã. Fluminense enfrenta o Flamengo esta tarde pela primeira partida da final do Campeonato Carioca 2020. FOTOS: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C. . IMPORTANTE: Imagem destinada a uso institucional e divulgação, seu uso comercial está vetado incondicionalmente por seu autor e o Fluminense Football Club.É obrigatório mencionar o nome do autor ou usar a imagem. . IMPORTANT: Image intended for institutional use and distribution. Commercial use is prohibited unconditionally by its author and Fluminense Football Club. It is mandatory to mention the name of the author or use the image. . IMPORTANTE: Imágen para uso solamente institucional y distribuición. El uso comercial es prohibido por su autor y por el Fluminense Football Club. És mandatório mencionar el nombre del autor ao usar el imágen.

LINCOLN CHAVES

Não há como falar em Fla-Flu sem lembrar de Mário Filho e Nelson Rodrigues. Os dois irmãos, que ainda pequenos se mudaram para o Rio de Janeiro, eternizaram o clássico entre rubro-negros e tricolores em linhas diferentes das quatro que circundam o gramado.

Crônicas de exaltação ao match, que teria começado “40 minutos antes do nada”, dão todo um charme ao embate, que, se em alguns momentos ficou em segundo plano entre os grandes duelos do futebol carioca, não perdeu sua essência após mais de 100 anos de disputa e rivalidade.

Rivalidade que está em alta como pouco se viu nos últimos anos. Menos pelas arquibancadas, que, aliás, estarão vazias mais uma vez por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19), e mais pelos bastidores, com troca de farpas que se intensificaram nos últimos 10 dias. Nesta quarta-feira (15), a partir das 21h (horário de Brasília), o jogo que decide o campeão carioca de 2020, no Maracanã, põe um ponto final nessa discussão. Ao menos até o reencontro entre os times no Campeonato Brasileiro.

Será o terceiro embate entre Flamengo e Fluminense em uma semana. Em campo, na última quarta-feira (8), empate por 1 a 1 no tempo normal, gols de Gilberto (Flu) e Pedro (Fla), com posterior decisão nos pênaltis, com goleiro Muriel brilhando e dando ao time das Laranjeiras o título da Taça Rio, o segundo turno do Estadual. Fora dele, o clima nada amistoso entre as diretorias desde a determinação de volta do campeonato (Rubro-Negro a favor, Tricolor contra) se intensificou na esfera dos direitos de transmissão da partida.

flamengo x fluminense
Flamengo e Fluminense fazem jogo decisivo por título do Estadual do Rio (Marcelo Cortes/Flamengo)

Transmissão – O Grupo Globo era detentor dos direitos de 11 dos 12 participantes do Carioca, a exceção do Flamengo. Alegando quebra de contrato pelo fato de o clube da Gávea ter transmitido a partida contra o Boavista, pela fase de grupos da Taça Rio, o conglomerado rescindiu o contrato do Estadual. O Rubro-Negro se baseou na Medida Provisória 984, que dá à equipe mandante o direito de exibição do jogo.

Para a final da Taça Rio, o mando de campo foi definido em sorteio na Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj), com vitória do Fluminense, que, portanto, poderia exibir a partida em seu canal no YouTube, a FluTV. O Tribunal de Justiça Desportiva (TJD), então, foi acionado e também liberou o canal do Flamengo (FlaTV) para transmitir o duelo, o que gerou troca de notas públicas entre os clubes, algumas em tom irônico. A exclusividade ao Tricolor só foi garantida, minutos antes de a bola rolar, pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

O título da Taça Rio colocou, outra vez, Fluminense e Flamengo frente a frente, desta vez para decidir o título carioca, pois o Rubro-Negro fora campeão da Taça Guanabara, primeiro turno do estadual. Desta vez sem polêmica sobre direitos de transmissão, a partida teve vitória flamenguista por 2 a 1, com gols de Pedro e Michael para o time da Gávea e de Evanilson para o das Laranjeiras.

Para o duelo desta quarta, o Flamengo negociou os direitos de exibição com o SBT, que transmitirá a partida em rede nacional em TV aberta. No duelo decisivo, o time do português Jorge Jesus tem a vantagem do empate para levar o título pela 36ª vez. O Fluminense precisa vencer por dois gols de diferença, pelo menos, para levar o 32º caneco estadual no tempo normal. Se a vitória tricolor for por um gol, a decisão será nos pênaltis. O clube comandado por Odair Hellmann não conquista o Carioca desde 2012.

(Agência Brasil)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação