Comércio varejista maranhense atinge o maior patamar em 23 meses

27

Volume de vendas atinge maior patamar desde novembro de 2020

O volume de vendas no comércio varejista restrito maranhense cresceu 1,1% na passagem de setembro para outubro, representando a terceira alta consecutiva. É o que mostra a Pesquisa Mensal de Comércio do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Esse dado é apontado pela Nota de Comércio Varejista, referente a outubro de 2022, lançada nesta sexta-feira (23) pelo Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos Cartográficos (Imesc), autarquia vinculada à Secretaria de Estado do Planejamento e Orçamento (Seplan).

Com o resultado de outubro, o volume de vendas do comércio varejista restrito atingiu o maior patamar desde novembro de 2020. Em relação ao acumulado de 2022, registrou-se expansão de 2,1%. Referente ao comércio varejista ampliado estadual, que inclui as atividades de veículos e materiais de construção, houve um aumento de 1,2% no volume de vendas em outubro comparativamente com setembro.

“O desempenho recente do varejo estadual está relacionado à melhora do cenário econômico, onde temos a desaceleração da inflação, a melhora do mercado de trabalho e a intensificação das políticas de transferência de renda. Houve também a influência de datas e eventos como o Dia das Crianças, que costuma levar milhares de consumidores às compras”, destacou a presidenta do Imesc, Talita Nascimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui