Comissão do Senado reúne especialistas para um debate sobre eficácia de vacina contra Covid-19

0
161

Necessidade de doses de reforço será tema da audiência 

A Comissão Temporária da Covid-19 (CTCOVID19) do Senado agendou reunião para a próxima segunda-feira (16), às 10h, quando receberá especialistas para um debate sobre a eficácia das vacinas que estão sendo aplicadas na população brasileira. Os convidados vão esclarecer aos senadores a importância das primeira e segunda doses e também analisar a necessidade de uma terceira, de reforço, conforme o imunizante.

O pedido para a audiência partiu do presidente da comissão, senador Confúcio Moura (MDB-RO). Ele alegou que casos de contaminação pelo coronavírus por cidadãos totalmente imunizados têm sido cada vez mais comuns.

“Algumas mortes foram também registradas, o que levantou a hipótese de reforço ou aplicação de uma nova dose das vacinas para eficácia da imunização. Alguns países já adotaram a prática, baseados em estudos que indicam que a imunidade diminui com o tempo, colocando os vulneráveis novamente em risco, como é o caso da Alemanha, que iniciou do reforço para idosos e população com saúde vulnerável, sendo recomendada também para crianças e adolescentes”, justificou o parlamentar em seu requerimento.

Para Confúcio, é importante verificar quais os perfis e as idades de públicos são mais bem atendidos por cada imunizante, evitando desperdício de doses e possibilitando que o novo plano de vacinação seja mais eficiente, baseado em dados científicos.

Foram convidados Mauro Borges, pesquisador do Instituto Butantan; Meiruze de Sousa Freitas, diretora da Anvisa; Margareth Maria Pretti Dalcomo, pesquisadora da Escola de Saúde Pública Sérgio Arouca; e Rosana Leite Melo, titular da da Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19 (Secovid), do Ministério da Saúde.

A audiência será interativa, com a possibilidade de participação do público.

Como participar – O evento será interativo: os cidadãos podem enviar perguntas e comentários pelo Portal e‑Cidadania, que podem ser lidos e respondidos pelos senadores e debatedores ao vivo. O Senado oferece uma declaração de participação, que pode ser usada como hora de atividade complementar em curso universitário, por exemplo. O Portal e‑Cidadania também recebe a opinião dos cidadãos sobre os projetos em tramitação no Senado, além de sugestões para novas leis.

(Agência Senado)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação