Conab paga R$ 843 mil em subvenções a extrativistas da amêndoa de babaçu no Maranhão

0
266

Um grupo de 567 extrativistas da amêndoa de babaçu começou a receber este mês o pagamento de subvenções efetuadas pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), por meio da Política de Garantia de Preços Mínimos para os Produtos da Sociobiodiversidade (PGPM-Bio).

O valor total pago será de R$ 843.217,39. As subvenções são pagas em razão da comercialização de 471 toneladas de amêndoa de babaçu.

Os extrativistas contemplados residem nos municípios de Lago dos Rodrigues, Matinha, São Luís Gonzaga, Igarapé Grande, Lago do Junco, Trizidela do Vale, Esperantinópolis, Vitorino Freire, Joselândia, Governador Newton Bello, São Mateus, Poção de Pedras, Viana e Vargem Grande.

Com a execução da PGPM-Bio, a Conab apoia a comercialização de produtos extrativistas e o desenvolvimento das comunidades participantes dessas atividades por meio de subvenção direta que consiste no pagamento de um bônus, quando os extrativistas comprovam a venda de produto extrativo por preço inferior ao mínimo fixado pelo Governo Federal.

Os recursos são disponibilizados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação