Conecta Sindicatos reúne líderes empresariais a favor da competitividade e inovação da indústria no Maranhão

20

Objetivo é fortalecer cenário sindical e impulsionar indústria

Nesta quinta-feira (11), a Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema) promoveu a primeira edição de 2024 do Conecta Sindicatos, evento criado para fortalecer o cenário sindical e impulsionar a indústria rumo ao futuro. O evento, sediado no Sesi Casarão da Indústria, no centro de São Luís, reuniu líderes sindicais e diversas autoridades.

No discurso de abertura, o presidente da Fiema, Edilson Baldez, que ressaltou a importância do evento para o fortalecimento dos sindicatos patronais e para o desenvolvimento industrial do estado.

“O objetivo desses encontros é encontrar um novo caminho para o sindicalismo brasileiro, para que os sindicatos empresariais sejam mais atuantes e contribuam para a construção de uma indústria forte, competitiva, inovadora e geradora de emprego e renda”, declarou Baldez.

Destacou-se no evento a apresentação do projeto Inova Sindicato, que tem foco na otimização da gestão dos sindicatos patronais e no fortalecimento do associativismo.

“Fechamos, no ano passado, uma parceria importantíssima com o Sebrae, com o projeto Inova Sindicato. Vamos poder buscar as soluções para os problemas dos sindicatos”, explicou César Miranda, superintendente da Fiema.

O projeto se destaca pelos eixos de atuação nas Cadeias Produtivas, Gestão Estratégica, Ecossistemas e Gestão Inovadora.

No chão de fábrica – Uma das experiências compartilhadas no Conecta Sindicatos foi a visita a micro e pequenas empresas de Imperatriz pelas presidentes dos sindicatos das indústrias de vestuário, Ana Rute Nunes, e de reparação automotiva, Leonor de Carvalho.

“Precisamos estar mais próximos das indústrias. Os empresários se sentem muito felizes quando um sindicato ou uma instituição chega lá para saber o que elas estão precisando, saber o que estão querendo. Então, eu aconselho aos outros presidentes: façam isso, vão até as empresas e conheçam as dores desses negócios para propor soluções em conjunto”, contou Ana Rute, do Sindvest.

Leonor de Carvalho, presidente do Sindirepa, anunciou que os dois sindicatos estão encabeçando uma iniciativa para reunir mulheres da indústria.

“Vamos trabalhar em ações para as mulheres do setor industrial de todo o Maranhão”.

No evento, também foi assinado um convênio entre a Fiema e o Grupo Dom Bosco, que se estende aos sindicatos, às empresas apoiadoras do Programa de Desenvolvimento de Fornecedores (PDF Maranhão) e ao Centro das Indústrias do Maranhão (Ciema).

“São condições especiais na graduação, nos cursos de pós-graduação, descontos no colégio Dom Bosco e, também, a oportunidade de utilização dos nossos ambientes para eventos, treinamentos, cursos livres”, afirmou o diretor de mercado do Grupo, Fábio Carvalho.

A diretora-geral de Gestão da UNDB, Rebeca Murad, contou um pouco da história da empresa e sua experiência como vice-presidente do Sinepe-MA (Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino), com enfoque na inovação que tem levado o Grupo a resultados de excelência no mercado.

Os líderes sindicais ainda assistiram a uma exposição do Centro de Mediação e Conciliação Empresarial da Fiema, conduzida por Fernanda Moreira e Romulo Fernandes; a apresentação do Projeto Brasil Mais Produtivo, do Governo Federal, executado pelo Senai e Sebrae, cuja plataforma já está aberta para inscrição das empresas; e a análise do setor industrial pelo coordenador do Observatório da Indústria do Maranhão, Carlos Jorge Taborda.

Cláudio Queiroz, empresário que integra o Sindicato das Indústrias de Carvão Vegetal do Estado do Maranhão (Sicam), com sede em Imperatriz, ressaltou a importância do encontro.

“Estamos buscando sempre o fortalecimento, o aprimoramento da indústria, que é a marca que movimenta o nosso estado”.

O “Conecta Sindicatos” ainda reforçou o compromisso da Fiema e de seus parceiros com a inovação, o desenvolvimento e o fortalecimento do cenário sindical e industrial do Maranhão, promovendo um ambiente propício para o surgimento de novas oportunidades e soluções para os desafios do setor.

Adênio Queiroga, recém-eleito presidente do Sindicato das Indústrias Gráficas do Estado do Maranhã (Sindigraf), falou do relacionamento com a Federação e com os outros sindicatos do estado.

“É nosso primeiro momento, assumimos recentemente o Sindigraf, e estamos com as melhores expectativas. Nosso objetivo é fazer a ponte das indústrias gráficas junto à Fiema e as entidades que compõem o Sistema Indústria”, disse.

Todos os presidentes dos sindicatos patronais presentes ao Conecta receberam uma cópia do Manual do Sindicato Empresarial, uma publicação simplificada contendo orientações essenciais sobre os fundamentos legais, normativas, estatuto social e outras pautas para a administração eficiente dessas entidades ligadas à atividade industrial do Maranhão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui