Confiança do empresário da construção cresce 0,9 ponto em setembro

0
456
Setor de Construção Civil foi o que mais admitiu no Maranhão no mês de setembro, segundo dados do Caged

O Índice de Confiança da Construção, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), subiu 0,9 ponto de agosto para setembro e chegou a 80,3 pontos em uma escala de zero a 200. O Índice de Situação Atual, que mede a confiança no momento presente, subiu 0,7 ponto e atingiu 72,4 pontos, o maior nível desde junho de 2015 (74,2 pontos).

A alta foi provocada principalmente pela percepção sobre a situação atual da carteira de contratos, que aumentou 1 ponto e chegou a 70,8, o maior nível desde julho de 2015 (71,2 pontos).

O Índice de Expectativas, que mede a confiança do empresário em relação ao futuro, avançou 1,2 ponto em setembro, subindo para 88,7 pontos, mas ainda é insuficiente para recuperar as perdas sofridas no último mês.

O crescimento foi influenciado, por exemplo, pela perspectiva mais otimista em relação a demanda para os próximos três meses, cujo indicador cresceu 2,3 pontos entre agosto e setembro.

O Nível de Utilização da Capacidade do setor subiu 1,4 ponto percentual, para 66,4%, atingindo o maior nível desde fevereiro de 2016 (67%). Segundo a FGV, as expectativas voltaram a crescer, mas sem conseguir recuperar o patamar de antes da greve dos caminhoneiros.

As empresas de infraestrutura, mais suscetíveis ao ambiente de incerteza atual, foram mais impactadas e ainda não mostram sinais de melhora na confiança.

Inflação –  O Índice Nacional de Custo da Construção-M (INCC-M), medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), subiu 0,17% em setembro deste ano, abaixo do resultado do mês anterior, que foi de 0,3%.

O indicador acumula taxas de 3,23% no ano e de 3,86% em 12 meses. Em setembro, o subíndice relativo a materiais, equipamentos e serviços teve alta de preços de 0,38%, uma inflação mais moderada do que a registrada em agosto,  quando foi de 0,65%.

Já o índice referente à mão de obra não registrou variação de preços pelo segundo mês consecutivo.

(Agência Brasil)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação