Conmebol pede à Fifa para eliminatórias da Copa do Mundo comece no mês de setembro

0
132

RAFAEL MONTEIRO 

O Conselho da Conmebol solicitou à  Fifa, entidade máxima do futebol mundial, que as duas primeiras rodadas das Eliminatórias da Copa do Catar 2022 sejam disputadas em setembro deste ano. A decisão ocorreu após reunião por videoconferência, entre integrantes do Conselho, realizada na noite de ontem (19). Inicialmente as partidas estavam previstas para o final deste mês, mas foram suspensas por conta do avanço da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Em nota oficial publicada no site da Conmebol, a entidade afirma que vem tomando “precauções contra a evolução mundial e regional do novo coronavírus (COVID-19), em consonância com as recomendações indicadas pelas autoridades internacionais no campo da Saúde Pública”.

A Seleção Brasileira estrearia em casa, em Recife (PE), contra a Bolívia. O segundo jogo seria contra o Peru, em Lima (Peru). A classificatória prevê 18 rodadas e no planejamento inicial estabelecia o início em março de 2020 e término em novembro de 2021.

Libertadores e Sul-americana – Já as competições envolvendo clubes estão suspensas até o dia 5 de maio. A Copa Libertadores foi paralisada na 3ª rodada da fase de grupos e sete clubes brasileiros estão na disputa: Athletico-PR, Flamengo, Grêmio, Internacional, Palmeiras,Santos e São Paulo.

Já a Copa Sul-Americana foi interrompida na 2ª fase, com dois clubes brasileiros na briga pelo título: Bahia e Vasco.

Futebol feminino – A Conmebol também anunciou, após a reunião do Conselho, que a fase final do Campeonato Sul-Americano Sub-20 Feminino – programado inicialmente para o o final março – será disputado no início de julho, na Argentina.

Outra competição adiada foi o Campeonato Sul-Americano Sub-17 Feminino, previsto para o período entre 15 de abril e 3 de maio. O torneio será realizado a partir do final de agosto e prosseguirá até início de setembro, no Uruguai.

(Agência Brasil)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação