Corinthians perde de virada para Atlético Mineiro na sua primeira partida no Brasileirão

0
192

streando no Campeonato Brasileiro, o Corinthians visitou o Atlético-MG, na noite desta quarta-feira (12), no estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG), e até abriu vantagem no primeiro tempo, mas tomou a virada na etapa final e perdeu, por 3 a 2, pela segunda rodada.

Os corintianos, comandados por Tiago Nunes, cabe destacar, não foram a campo no final de semana pelo Brasileirão por conta da participação na decisão do Paulistão Sicredi, na qual perderam o título para o Palmeiras. Os atleticanos, dirigidos pelo argentino Jorge Sampaoli, vinham de vitória, no Maracanã, por 1 a 0, sobre o Flamengo.

Embalado pela vitória sobre os flamenguistas, o Atlético levou perigo três vezes até os cinco minutos. Primeiro, Keno bateu cruzado, mas ninguém apareceu para cutucar para dentro. Depois, Guilherme Arana experimentou, e Cássio fez firme defesa. Na sequência, Marrony foi acionado por Nathan e tentou brecha na saída do goleiro rival, que fez ótima intervenção.

Acuado, o Corinthians conseguiu aproveitar a primeira boa chegada. Aos 11, Guga se atrapalhou todo com a bola. Sidcley recuperou a posse e encontrou Araos, que bateu com veneno. O centroavante Jô, bem posicionado, desviou de cabeça e abriu o placar para os visitantes.

Os donos da casa tentaram não se incomodar e responderam pouco depois. Aos 14, Guga arriscou de longe. Cássio, mesmo com desvio no meio do caminho, fez a defesa. Aos 24, Nathan fez grande jogada e acionou Alan Franco, que dentro da área, bateu na gaveta, mas o goleiro visitante fez um ‘milagre’.

Em nova escapada, o Corinthians ampliou. Trama de pé em pé, começando por Mateus Vital, até que Jô foi acionado dentro da área, escorou de letra para o volante Araos, que bateu rasteiro, sem chances de defesa para Rafael. Ainda deu tempo de, aos 34, Marrony acertar a trave e quase diminuir para o Atlético.

Disposto a mudar o cenário, o técnico Jorge Sampaoli promoveu duas alterações no intervalo. E elas não poderiam ter sido mais precisas. Entraram Savarino e Hyoran; saíram Marquinhos e Franco. O Atlético pressionou e conseguiu a virada. Aos seis minutos, Guga foi à linha de fundo e cruzou para trás. Hyoran acertou o cantinho, tirando de Cássio, que chegou a tocar na bola.

Aos dez, Hyoran virou para Savarino, que finalizou cruzado. Cássio fez a defesa, mas o ex-meio-campista de Chapecoense e Palmeiras aproveitou o rebote para deixar tudo igual. Já aos 15, Guilherme Arana passou para Nathan, que resolveu arriscar de longe. O meia, porém, ‘bateu com veneno’, tirando da marcação e do goleiro corintiano. A bola ainda pegou na trave antes de entrar.

Os donos da casa não tiraram o pé do acelerador e ficaram perto de marcar o quarto. Aos 27, aliás, os atleticanos chegaram a balançar as redes. Savarino chapelou a marcação e finalizou cruzado. Hyoran aproveitou e passou para Réver, que marcou belo tento. Após revisão no VAR, porém, foi marcado o impedimento no ataque mandante.

O Corinthians volta a campo no sábado (15), às 19h, quanfo enfrenta o Grêmio, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS). Na manhã do dia seguinte (16), o Atlético-MG recebe o Ceará, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG), às 11h. Os dois duelos são válidos pela terceira rodada do Brasileirão.

Empate – Em sua estreia como mandante na elite do Brasileirão, o Red Bull Bragantino saiu na frente, com gol de Alerrandro, mas cedeu o empate com o Botafogo no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP), pela segunda rodada. O resultado deixa o time de Bragança Paulista com dois pontos, já que a equipe do interior de São Paulo estreou com empate também por 1 a 1 contra o Santos, na Vila Belmiro.

Já o Botafogo, fez nesta quarta-feira (12) sua primeira partida pelo Brasileirão porque o jogo contra o Bahia, pela primeira rodada, foi adiado por conta da disputa da final do Campeonato Baiano.

Aos cinco minutos, Morato cruzou da esquerda, Artur tocou de cabeça e Alerrandro completou para o fundo do gol: 1 a 0 Bragantino. No segundo tempo, o Botafogo respondeu com Matheus Babi. Aos 19 minutos, o centroavante recebeu cruzamento de Guilherme Santos e, de carrinho, concluiu para as redes, empatando a partida.

(Da FPF com foto do Twitter oficial do Atlético Mineiro)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação