Crianças e jovens com autismo e down encantam público com apresentação musical

6

Grupo infanto-juvenil oferece experiência única e inspiradora

O Sesi Casarão da Indústria, equipamentos do Sistema Federação das Indústrias, fez o convite ao Instituto Sinfonia para que o projeto “Uma Sinfonia Diferente” utilizasse os espaços do Casarão, localizado no coração do Centro Histórico de São Luís, para o que precisasse. O projeto, está em sua quarta edição em São Luís, integra crianças a partir dos dois anos até jovens de 19 anos que fazem terapia através da musicoterapia.

O projeto conta com o suporte do Sesi, que disponibiliza os espaços lúdicos do Casarão da Indústria, além do miniteatro, que possibilita a previsibilidade do palco real de apresentação para grupo musical.

“Ficamos sem estrutura de ensaio e quando procuramos o Sesi eles demonstraram muito amor pelo projeto e se prontificaram a ajudar no que fosse preciso. Por isso também que conseguimos estar aqui hoje, realizando esse musical. Foram 6 meses que Casarão abriu as portas para a gente, com uma estrutura linda e acessível, e com todo amor aos nossos artistas do projeto” destacou Karine Pereira, psicóloga e responsável pela Sinfonia.

A apresentação “Uma Sinfonia Diferente” lotou o Teatro João do Vale com as apresentações musicais dos artistas, que ofereceram ao público uma experiência única e inspiradora. Desde performances em grupo até solos emocionantes, cada nota foi repleta de emoção e significado, refletindo a diversidade e a inclusão. Os pais que acompanharam o projeto puderam perceber melhorias no desenvolvimento interpessoal dos filhos.

“Meu filho começou a se integrar socialmente com as pessoas, a gente conseguiu perceber que ele melhorou de fato com a musicoterapia. E o palco do SESI ajudou muito, ele agora fala mais, abraça mais, se soltou mesmo, e ele se sente melhor no meio das pessoas”, declarou Zillandia Oliveira, mãe do José Guilherme, de cinco anos, com síndrome de down.

Os alunos também revelaram aos pais como ensaiar para o concerto foi inovador no miniteatro do Sesi Casarão da Indústria, e que sentiram que poderiam ir cada vez mais longe continuando os ensaios ali.

“Meu filho já cantava em casa, e às vezes na igreja, mas sempre sozinho, e não se identificando em dividir a voz com ninguém. Após a ida para o SESI isso mudou muito, ele gostava de ir ao palco e cantar com os colegas do projeto. E agora, graças ao projeto e ao SESI, vejo meu filho bem mais sociável e interagindo” declarou Bárbara Diniz, mãe do Ângelo Gabriel, de 12 anos, autista.

Além de abrir as portas a esse projeto,  o órgão oferece também o curso “Autismo na Prática”, que capacita profissionais e a comunidade para dar suporte a pessoas autistas. Interessados no curso ou em fazer parcerias com o SESI Casarão da Indústria devem entrar em contato pelo e-mail sesicasarao@fiema.org.br.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui