Cúpula tucana aproxima Brandão da esquerda e Ciro afasta Weverton desse campo

0
265

CONVERSA FRANCA

PERGUNTAR NÃO OFENDE

Quando o Sindicato dos Bancários, tão preocupado com as ameaças de fechamento de agências do Banco do Brasil, vai se pronunciar sobre a abertura de 19 agências da Caixa Econômica no Maranhão, ou isto não abre oportunidades de empregos para bancários?

Movimentações favorecem Brandão no campo da esquerda

Os movimentos que vêm sendo feitos em nível nacional com vistas às eleições de 2022 são muito favoráveis ao vice-governador Carlos Brandão (PSDB), que deverá, pelo desenho do quadro, ser o candidato oficial do Palácio dos Leões a governador do Estado.

Se em 2014, quando o seu partido teve um dos mais fortes projetos para chegar à Presidência da República, com a candidatura de Aécio Neves contra Dilma Rousseff, foi fácil costurar um acordo com um partido de esquerda, PCdoB, o que garantiu a eleição de Flávio ao Palácio dos Leões, hoje a aproximação com os esquerdistas locais está mais facilitada ainda.

O encontro dos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva, quando praticamente selaram pacto de união para derrotar Jair Bolsonaro, foi a senha para que Brandão pode se aproximar de PT, PCdoB, PSB e quem mais for do campo da esquerda sem problemas para o ninho tucano.

Já o senador Weverton Rocha (PDT), mesmo sendo do campo da esquerda, está sendo empurrado para longe pelo seu pré-candidato a presidente Ciro Gomes, que hoje bate mais em Lula do que em Bolsonaro.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação