Custo de mão de obra especializada e de material preocupa empresários de construção civil no Maranhão

10

CONVERSA FRANCA

Sondagem da Fiema registra melhora na construção 

A sondagem da Construção do Maranhão, elaborada pela Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema) em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI) mostra que os níveis da atividade da construção civil tiveram um aumento no quarto trimestre de 2023.

Os empresários que participaram da pesquisa, 55,6% mencionaram a “falta ou o alto custo do trabalhador qualificado” como sua principal preocupação.

A segunda preocupação mais comum foi “falta ou o alto custo de matérias-primas”, que foi relatada por 44% dos entrevistados. A “burocracia excessiva” foi o terceiro maior problema classificado por 22,2 % dos empresários ouvidos.

“Há uma previsão que os custos da aquisição de materiais primários necessários para a produção provavelmente aumentarão devido à antecipação de compras de insumos e materiais primários em dezembro para cobrir qualquer recesso de fornecedores”, comenta o coordenador de Ações Estratégicas da FIEMA, José Henrique Polary.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui