De olho no G4, Avaí sabe que terá um jogo difícil contra o Sampaio neste sábado

0
374

Precisando de um resultado positivo para garantir a entrada do seu time no G4 da Série B, o treinador Geninho, do Avaí,  admite que será uma partida difícil, diante da situação em se encontram as equipes na tabela de classificação, já que o Sampaio neste momento é o último colocado e o time catarinense que passar para o grupo de elite.

“O Sampaio não vem aqui para empatar. Eles não têm nada a perder. Estão numa situação que tanto faz, como tanto fez, só dependem da vitória. Se ele começar a ganhar ele almeja algo maior. Trocaram o treinador e tiveram um bom resultado contra o líder”, afirmou o treinador.

Sobre a formação do seu time, Geninho anunciou o retorno do meia Marquinhos, que segundo o treinador pode decidir o jogo: “Com a bola no pé ele tem a capacidade de deixar o companheiro na cara do gol”, disse. Entretanto Geninho também disse contar com Pedro Castro e Matheus Barbosa para compor o setor: “Conheço o Pedro Castro e sei que pode jogar mais avançado e o Matheus Barbosa voltou a crescer muito nos treinamentos, então não é uma posição que eu tenha preocupação”, comentou.

Sobre a vaga deixada pela saída de Rômulo para os Emirados Árabes, Geninho também não decidiu o substituto e disse aguardar o retorno dos atletas que terminam a recuperação, por exemplo Rodrigão e Jones Carioca. O treinador elogiou o recém-contratado Gabriel Lima e espera a volta dos atletas para ganhar mais força no setor ofensivo.

De acordo com o pesquisador e presidente do Conselho Deliberativo do clube, Spyros Apóstolo Diamantaras, Avaí e Sampaio Corrêa se enfrentaram oito vezes na história. O retrospecto aponta cinco vitórias do Leão, uma vitória do time maranhense e dois empates. O Avaí fez 13 gols e sofreu sete. Confira mais dos números aqui.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação