Dez curiosidades sobre o Amazonas FC, adversário do Flamengo na Copa do Brasil

27

Equipe de Manaus completa apenas cinco anos nesta quinta

O Amazonas e Flamengo decidem uma vaga na Copa do Brasil nesta quarta-feira (22), às 21h30. Os cariocas venceram o duelo de ida por 1 a 0 e a partida decisiva será disputada na Arena da Amazônia, estádio da Copa do Mundo 2014. A Onça Pintada, apelido do time amazonense, foi fundado em 2019 e já conseguiu grandes feitos em pouco tempo.

A seguir, veja dez curiosidades do Amazonas FC levantadas pelo Torcedores.com.

  • Patrocínio do Governo do Estado
    • O time tem apoio do Governo do Amazonas como patrocinador. Jorge Oliveira, secretário de Estado de Desporto e Lazer, declarou: “Com patrocínios do Governo do Amazonas ao futebol profissional, o Amazonas FC assim como outros times seguem fazendo história. O acesso à Série B coloca o nosso estado em outro patamar, a nível nacional e isso é motivo de alegria para nós que acreditamos no esporte de alto rendimento”. Os incentivos somam pouco mais de R$ 7 milhões em quatro anos.
  • Três acessos em três anos
    • A Onça Pintada teve a sua primeira participação na primeira divisão do Campeonato Amazonense em 2021 e ficou na terceira colocação, o que garantiu vaga à Série D de 2022. No ano seguinte, a equipe estava na Série C, após alcançar o terceiro lugar na quarta divisão nacional. Em 2023, o Amazonas FC foi o primeiro time do estado a vencer uma competição nacional ao vencer de virada o Brusque (SC), por 2 a 1, e faturar o título da Série C, conquistando um lugar na segunda divisão nacional.
  • Nomes conhecidos no elenco
    • Os atacantes Jô e Dentinho, que tiveram passagens marcantes pelo Corinthians, são os maiores nomes do elenco. Outro jogador que esteve no alvinegro paulista, sendo inclusive revelado pelo clube, é o volante Guilherme Mantuan. Há ainda o lateral-direito Patric, que jogou por vários anos no Atlético-MG e América-MG e o atacante William Barbio, que atuou pelo Bahia e Vasco da Gama.
  • Quebra do jejum de 17 anos sem clubes amazonenses na Série B
    • Quando se classificou para a Série B 2024, o Amazonas quebrou um jejum de 17 anos sem times do estado na segunda divisão nacional. O último a atingir o feito foi o São Raimundo, em 2006.
  • Público na Arena da Amazônia que bateu Copa do Mundo
    • Quando recebeu o Botafogo-PB pela Série C, o Amazonas recebeu 44.509 torcedores na Arena da Amazônia, segundo maior público da história do estádio e que ficou à frente de jogos da Copa do Mundo 2014. O maior foi a final da Série D 2019, quando 44.896 pessoas assistiram ao empate entre Manaus FC E Brusque-SC por 2 a 2, com posterior vitória dos catarinenses nos pênaltis.
  • Clube é de zona mais populosa de Manaus
    • O Amazonas FC foi fundado na zona leste de Manaus, a mais populosa da cidade e onde está localizado o bairro São Lucas, um dos mais pobres da capital do Amazonas.
  • Medalhões já passaram pelo clube
    • Walter, ex-Goiás e Fluminense, Maikon Leite, ex-Santos, Airton, ex-Botafogo e Flamengo, Eduardo Ramos, ex-Corinthians e Remo, e Ibson, ex-Flamengo, que atualmente integra a comissão técnica da equipe como auxiliar.
  • Treinos em CT de Copa do Mundo
    • Com pouco tempo de existência (completa cinco anos na próxima quinta-feira), o Amazonas ainda não possui um Centro de Treinamento próprio. O time treina no estádio Carlos Zamith, construído para ser utilizado como campo de treinamento na Copa do Mundo de 2014.
  • Planejamento para investir R$ 70 milhões em 2024
    • O Amazonas pretende investir altas cifras na temporada, de acordo com o seu presidente, Wesley Couto. “Estamos finalizando a questão do orçamento e do investimento que será significativo pro Estado e para o futebol amazonense. O planejamento hoje é alto e significativo. O planejamento inicial é de 70 milhões de reais. Estamos trabalhando com um fundo de investidor internacional. E isso vamos aprimorando cada vez mais”, afirma.
  • Diretor provocador afastado
    • O diretor do Amazonas, Milton Moreira, foi afastado pelo próprio clube depois de provocar Santos, Flamengo e Paysandu, após vitória sobre os paulistas em jogos válido pela Série B. “O amazonense está acostumado a comer peixe, tambaqui, pacu, jaraqui e todos os peixes que dão. Aí vem um peixe lá de São Paulo e acha que vai ganhar aqui dentro? Dificilmente vai ganhar. Nós somos do Amazonas e peixe faz parte da nossa culinária. Agora, que venha aquela ‘mucura’ aqui dentro pra gente engolir de novo e depois vem aquele Urubu”, declarou.

Sobre o Torcedores – “Tudo sobre esportes”. Este é o propósito do Torcedores, um portal que abraça o esporte e seus fãs e dá a eles um espaço confiável para que consigam informação sobre suas modalidades favoritas de forma rápida, fácil e gratuita. O futebol é a grande força do site e, além disso, apostas e esportes como tênis, automobilismo, vôlei, surf, skate, NFL, dentre outros, compõem a grande produção diária de conteúdo, que pode ser conferida pelo website e nas redes sociais oficiais.

O proprietário do Torcedores é a empresa Better Collective. A Better Collective é um grupo global de mídia de apostas esportivas que fornece plataformas que capacitam e aprimoram a experiência de apostas para fãs de esportes e iGamers.

(Foto: Reprodução/Facebook)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui