Donald Trump desiste de taxar o aço brasileiro, anuncia Jair Bolsonaro

0
331
JAK123. DEARBORN (ESTADOS UNIDOS), 02/03/2018.- Fotografía de archivo del 21 de junio de 2012 que muestra varias bobinas de acero galvanizado en el la planta siderúrgica estadounidense de la compañía rusa Severstal, en Dearborn, Michigan (Estados Unidos). La patronal europea Business Euurope señaló hoy, 2 de marzo de 2018, que el anuncio del presidente de EEUU, Donald Trump, de imponer aranceles del 25 % a las importaciones de acero y del 10 % a las de aluminio de algunos países puede llevar al mundo a "una guerra comercial". EFE/ Jeff Kowalsky

PEDRO RAFAEL VILELA

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta sexta-feira (20), em uma live no Facebook, que o governo dos Estados Unidos não vai mais sobretaxar as exportações brasileiras de aço e alumínio. De acordo com Bolsonaro, o compromisso foi assumido pelo próprio presidente norte-americano, Donald Trump, durante uma ligação telefônica.

“Agora há pouco, tive a grata satisfação de receber um telefone do senhor Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, uma conversa de aproximadamente 15 minutos no espírito maior de respeito e cordialidade entre dois chefes de Estado. Entendo o que ele pretendia fazer e dei os meus argumentos para ele. Ele se convenceu dos meus argumentos e decidiu dizer a nós todos, brasileiros, que o nosso aço e alumínio não serão sobretaxados. Repito, não serão sobretaxados”, afirmou Bolsonaro.

Participaram da live, ao lado do presidente, o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e o assessor especial para assuntos internacionais da Presidência, Filipe Martins.

No início do mês, Trump anunciou, em sua conta no Twitter, que iria restaurar as tarifas do aço e alumínio brasileiros e argentinos. A medida, segundo ele, seria uma reação americana à desvalorização das moedas locais desses dois países.

No final de agosto deste ano, o governo dos Estados Unidos flexibilizou as importações destes produtos quando decidiu que companhias norte-americanas que negociarem aço do Brasil não precisariam pagar 25% a mais sobre o preço original desde que provem que há ausência de matéria-prima no mercado interno. O Brasil está entre os principais fornecedores de aço e ferro para os Estados Unidos.

“É uma prova de que a relação do Brasil com os Estados Unidos é muito produtiva, estamos construindo uma excelente relação, estamos dando resultados concretos, resultados para a economia brasileira”, afirmou Ernesto Araújo, durante a live.

O presidente norte-americano comentou, em sua conta no Twitter, a ligação telefônica com Bolsonaro. “Acabo de ter uma ótima conversa telefônica com o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. Conversamos sobre vários assuntos incluindo comércio exterior. A relação entre Estados Unidos e Brasil nunca esteve tão forte”

Donald J. Trump
Just had a great call with the President of Brazil, @JairBolsonaro. We discussed many subjects including Trade. The relationship between the United States and Brazil has never been Stronger!
Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação