Eduardo Braide apresenta demandas de municípios por ele visitados

0
887

O deputado Eduardo Braide apresentou nesta quinta-feira (23) reivindicações de moradores de Matões, Colinas, São João dos Patos e Sucupira do Riachão, cidades que foram visitadas por ele no último fim de semana. Em Matões, Braide foi recebido por lideranças políticas, comunitárias e outros.

Em Matões, os moradores reivindicam a construção de uma escola de seis salas, no valor de R$ 839.513,68, que tem como agentes o FNDE (Governo Federal) e o Governo do Estado. “A própria placa, e eu pude confirmar isso no local, prevê o início da obra para fevereiro deste ano e o fim em julho passado, mas não tem absolutamente nada construído a não ser a cerca que foi colocada para demarcar o terreno onde a escola deveria já ter sido construída e finalizada”.

Já em Colinas, Eduardo Braide foi recebido pelo ex-deputado Zé Eider, acompanhado dos vereadores Gonçalo Neto, Junior Costa e Filomeno, além de professores e de várias lideranças comunitárias. “Dentre os vários problemas que me foram relatados, destaco a construção do Hospital de 40 leitos. Uma obra que tem recursos do BNDES, mas que até hoje não foi entregue aos colinenses”, disse ele, que já pediu do secretário da Saúde, Carlos Lula, para que ele possa explicar os motivos do hospital nunca ter sido entregue.

De São João dos Patos, Braide trouxe a reclamação da ausência de uma ambulância para servir de forma adequada pacientes da UPA. “Por conta dessa situação, apresentei uma indicação ao governador solicitando, em caráter de urgência, a entrega de uma ambulância a todos os patoenses, para que eles possam ter à disposição, esse meio de transporte indispensável para aquela cidade tão importante, que recebe pacientes de municípios vizinhos”, justificou.

Em Sucupira do Riachão, onde teve reunião com outras lideranças de Passagem Franca, Lagoa do Mato e de Nova Iorque. “Todos concordaram que a cidade de Sucupira do Riachão precisa melhorar o atendimento do hospital da cidade. O hospital foi construído pelo Estado, entregue para a Prefeitura, mas que o Governo do Estado não vem dando a contribuição que se comprometeu dar ao repassar a administração da unidade para o Município, o que compromete diretamente o atendimento à população”, afirmou.

Para Eduardo Braide, os encontros nos municípios possibilitam que a realidade do Maranhão seja conhecida pelos maranhenses.

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação