Eduardo Braide supera divergência com Edivaldo Holanda e elogia postura do prefeito nesta eleição

0
354
Duarte Júnior e Eduardo Braide participaram de debate na TV Mirante nesta sexta-feira

Duarte diz que ser do partido dos filhos do presidente pode facilitar acesso ao Palácio dos Planalto em Brasília

AQUILES EMIR

O deputado federal Eduardo Braide, candidato a prefeito de São Luís pelo Podemos, que em 2016 teve uma disputa acirrada com o atual prefeito, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), pelo mesmo cargo, surpreendeu no debate da TV Mirante desta sexta-feira (27) ao render homenagens ao adversário pela sua postura neste pleito. Segundo Braide, mesmo pressionado, o gestor da capital não aceitou entrar na campanha, tampouco colocou a estrutura da máquina administrativa a serviço de um candidato.

Na eleição de quatro anos atrás, Braide surpreendeu ao chegar no segundo turno e perdeu a eleição por poucos votos. O calor dos debates criou entre ele e Edivaldo um fosso e muitos imaginavam que iriam novamente se confrontar, mas o prefeito não aceitou participar da eleição e Braide, estrategicamente, não o criticou, até porque o seu índice de aprovação é elevado.

O debate, que marcou o fim da campanha no rádio e na TV, teve duração de uma hora e meia, e mais uma vez serviu para troca de acusações entre os candidatos. Duarte Júnior (Republicanos) insistiu na acusação de que o adversário é investigado e anunciou até a data em que ele poderá ser julgado pelo TRF1, muito embora tenha apresentado anteriormente um outro documento mostrando que deputados federais só podem ser julgados pelo Supremo.

Braide, por sua vez, insiste que Duarte será julgado por uso da estrutura do Procon, do qual foi presidente de 2015 a 2018, para se eleger deputado estadual e acusou ainda o adversário de faltar seis meses na Assembleia, mas mesmo assim recebeu seus salários integralmente.

Para Duarte Júnior , ser do partido dos filhos de Bolsonaro pode facilitar seu acesso ao presidente da República

Política – Duarte Júnior, provocado por Braide de omitir o fato de ser aliado político de Jair Bolsonaro, pela primeira vez mencionou o fato de pertencer ao mesmo partido dos filhos do presidente – Carlos (vereador pelo Rio de Janeiro) e Flávio (senador pelo Rio de Janeiro) – e disse não ver nenhum problema nisso, e destacou que é o mesmo partido do vice-governador Carlos Brandão, portanto acredita que isto pode facilitar seu acesso à Presidência da República a fim de obter recursos e obras para São Luís.

Além das menções de elogio ao prefeito, Braide, que Duarte acusa de estar sempre contra o governador Flávio Dino (PCdoB), elogiou o envio de um projeto ao parlamento, criando um programa para estágio remunerado nas empresas, pago pelo Estado, nos mesmos moldes do Primeiro Emprego que havia no governo anterior.

Eduardo Braide elogia postura adotada por Edivaldo Holanda, com quem teve forte embate em 2016

Propostas – Sobre propostas para a cidade, cada um, a exemplo dos debates anteriores, voltou a defender melhorias para saúde, cultura, urbanismo, educação etc.

Braide defendeu o projeto de oito clínicas da família e reestruturar unidades já existentes; Duarte prometeu em cem dias zerar as filas na Saúde.

Para o setor de transporte, Braide voltou a defender a criação de três terminais de integração e Duarte, transformá-los em mini shopping centers.

Sobre cultural, ambos prometeram um programa que garantirá atividades o ano interior, que servirão tanto de valorização da classe artística quanto geração de emprego e renda e atração de turistas.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação