Eduardo Nicolau diz a políticos em discurso na Câmara que melhor que puni-los é orientá-los

29

MP tem feito isso sob a sua gestão diz procurador-geral 

Em sessão solene de abertura do ano legislativo da Câmara Municipal de São Luís, realizada nesta segunda-feira, 6, o procurador-geral de justiça, Eduardo Nicolau, destacou que o Ministério Público precisa estar ao lado dos poderes para orientá-los para o bem da população. A solenidade foi conduzida pelo presidente da Casa, vereador Paulo Victor, e contou com a presença de várias autoridades, entre as quais o prefeito Eduardo Braide e a presidente da Assembleia Legislativa, a deputada estadual Iracema Vale.

Para Eduardo Nicolau, melhor que punir é orientar os gestores, e é isso o que o Ministério Público tem feito durante sua gestão.

“O Ministério Público do Estado do Maranhão vem dizer a todas e todos que melhor que punir é orientar. Melhor que punir é estar ao lado, dizendo o que é o certo a se fazer. E é assim que nós do Ministério Público estamos fazendo na minha administração. Temos que estar ao lado de todos os poderes”, destacou o procurador-geral de justiça.

Em seu discurso, o prefeito Eduardo Braide destacou algumas ações da Prefeitura de São Luís executadas com a participação da Câmara, por meio da aprovação de projetos encaminhados pelo Executivo Municipal. Também se manifestaram na tribuna a presidente da Assembleia Legislativa, o deputado federal Márcio Jerry e o vereador Astro de Ogum.

O presidente da Câmara de São Luís, vereador Paulo Victor, ressaltou, em seu discurso, o processo de transformação pelo qual o legislativo municipal tem passado nos últimos anos. “A responsabilidade nos impõe, para que possamos agir com empatia e probidade. Acho que este é o tema desta etapa que se inicia: empatia e probidade”, afirmou.

Também compuseram a mesa da solenidade a presidente do Tribunal Regional Eleitoral, Ângela Salazar, o presidente do Tribunal de Justiça em exercício, desembargador Ricardo Duailibe, a desembargadora Márcia Andréa Farias, representando o Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região (TRT/MA), além dos vereadores que integram a mesa diretora da Câmara de Vereadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui