Eduardo Pazuello confirma que vai deixar o cargo, mas quando Bolsonaro encontrar novo ministro

0
155
Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, durante coletiva sobre as acoes do ministério contra a Covid-19

Informação foi divulgada balanço feito pelo Ministério da Saúde

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, confirmou nesta segunda-feira (15) que está deixando o Ministério da Saúde, mas que permanecerá no cargo até o presidente Jair Bolsonaro definir o nome do novo titular da pasta. O anúncio foi feita na reunião de balanço das ações do Ministério da Saúde no combate à pandemia de covid-19.De acordo com o ministro, o governo federal já viabilizou a compra de vacinas de 10 fornecedores diferentes. Segundo os dados apresentados, o país contará com 562 milhões de doses até o final de 2021. Pazuello frisou, entretanto, que há chances de que nem todos os laboratórios cumpram os prazos estabelecidos.

Confira os dados abaixo:

O Ministério da Saúde atualizou hoje (15) a tabela de contratação de compra de doses de vacinas de fontes diferentes.

Ministério – Na entrevista coletiva após apresentação dos dados, o ministro confirmou que o governo está em tratativas para reorganizar a pasta, mas disse que não pediu para sair.

“O ministro Pazuello vai ser substituído? Um dia, sim, pode ser em curto, médio ou longo prazo”, disse ele. “O presidente está nessa tratativa de reorganizar o Ministério. Enquanto isso não for definido, a vida segue normal”.

Ele disse ainda que não pediu e não pedirá para deixar o cargo.

“Não pedi para sair, não estou doente e nenhum de nós do Executivo está com problema algum. Estamos focados na missão. Quando o presidente tomar a decisão, faremos a transição correta, como manda o figurino”.

(Com informações da Agência Brasil e CNN)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação