Em ascensão, América de Minas bate Luverdense e entra no G4 da Série B

0
618

O América de Minas segue em franca ascensão na Série B do Campeonato Brasileiro. Na noite desta sexta-feira (23), pela 10ª rodada da competição, a equipe mineira foi até o Mato Grosso para encarar o Luverdense e venceu por 3 a 0. O time mineiro subiu seis posições na tabela e entrou no G-4. Em Santa Catarina, o Criciúma recebeu o Paraná e conquistou o triunfo por 2 a 1.

No Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde (MT), o América, mesmo como visitante, construiu uma vitória tranquila para cima do Luverdense. Aos 19 minutos, Pará avançou pela esquerda e cruzou na área. Paulinho tentou afastar e acabou dando passe para Renan Oliveira. O meia aproveitou e abriu o placar. Ainda no primeiro tempo, na marca dos 42, Hugo Almeida caiu na área após disputa de bola com o goleiro Diogo Silva e foi marcado o pênalti. Luan foi para a bola e ampliou a vantagem. Na etapa final, já aos 45, Neto Moura recebeu cruzamento da esquerda, matou no peito e bateu firme para dar números finais ao duelo.

Com o resultado positivo, o América foi a 16 pontos e assumiu a terceira colocação. O Luverdense tem 11 e agora é o 18º colocado. A classificação de ambas equipes pode ser alterada até o fim da rodada.

No Heriberto Hulse, em Criciúma (SC), o time que leva o nome da cidade catarinense encarou o Paraná e, apesar do resultado positivo, não teve vida fácil. Os visitantes criaram as melhores chances nos primeiros minutos e chegaram a acertar duas bolas na trave. O Tigre, por sua vez, conseguiu marcar na reta final da etapa inicial.

Aos 48 minutos, Douglas Moreira bateu para o gol, Richard espalmou, e Lucão chegou batendo para abrir o placar. No segundo tempo, os carvoeiros foram para cima e ampliaram a vantagem aos 15. A zaga paranista deu bobeira, Lucão levantou com a coxa e deu uma linda bicicleta para marcar o segundo. No apagar das luzes, já aos 46 minutos, Robson foi derrubado por Paulinho na área e o árbitro marcou pênalti. No melhor estilo quem sofre, bate, o próprio atacante foi para a bola e descontou.

O Criciúma chegou a 14 pontos e subiu para o sétimo lugar da tabela de classificação com a vitória. O Paraná tem 13 pontos e é o 11º colocado da Série B. Os dois times podem ter as posições alteradas até a conclusão desta 10ª rodada.

Virada – No duelo das 19h15, o CRB-AL saiu atrás do Paysandu, mas conseguiu buscar a virada: 2 a 1. Mais tarde, às 20h30, o placar foi o mesmo para Boa Esporte e ABC. Assim como os alagoanos, o time do interior mineiro conquistou o triunfo após sofrer o primeiro gol.

No Rei Pelé, em Maceió (AL), o Paysandu precisou de apenas três minutos de bola rolando para abrir o placar. Ayrton mandou na área do CRB, Marcão tocou com a canela e a bola morreu no fundo da rede alagoana. O CRB não se abateu e partiu para cima do Papão com tudo. Se no primeiro tempo a equipe parou no goleiro Emerson e na trave, na etapa final tudo deu certo para os regatinos. O empate saiu aos quatro. Chico arriscou de longe e a bola explodiu no travessão. A defesa paraense afastou para o lado e Edson Ratinho bateu bonito, de primeira, para deixar tudo igual. A virada veio na marca dos 16. Após cobrança de escanteio, Edson Ratinho cruzou na área, Marcão cortou de cabeça e a bola sobrou para Flávio Boaventura cabecear forte e garantir o triunfo do time da casa.

Com a vitória, o CRB ganhou sete posições e subiu para o 10º lugar, com 13 pontos. O Paysandu tem um a menos e é o 14º colocado da Série B. As duas equipes podem ter a colocação alterada até o fechamento desta 10ª rodada.

No Dilzon Melo, em Varginha (MG), o ABC aproveitou um erro do Boa Esporte para sair na frente. Aos 19 minutos, o lateral-direito Ruan tocou com o braço na bola em disputa na área e árbitro marcou o pênalti. Caio Mancha foi para a bola e, com tranquilidade, abriu o placar. Jogando em casa, os mineiros não deixaram barato e arrancaram o empate ainda na etapa inicial, na marca dos 34. Paulinho partiu em velocidade pela esquerda, levantou a bola na área e Reis subiu bem para deixar tudo igual com belo cabeceio. O Boa não se deu por satisfeito e foi para o segundo tempo em busca da virada, que veio aos 13 minutos. Após falta cobrada da direita, Júlio Santos cabeceou e o goleiro Beliato faz grande defesa. No rebote, Léo Baiano e Douglas Assis se atrapalharam com o goleiro alvinegro e Diones aproveitou a sobra para marcar o segundo dos mineiros. O Mais Querido ensaiou uma pressão nos minutos finais, mas não conseguiu marcar e o placar fechou mesmo em 2 a 1 para o clube mandante.

O Boa Esporte foi a 12 pontos com a vitória e subiu para o 15º lugar. O ABC, que tem a mesma pontuação, vem logo atrás, na 16ª posição. As duas equipes podem ter a colocação alterada até o fechamento desta 10ª rodada.

(CBF)

 

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação