Em carta ao presidente Bolsonaro, governadores pedem mais agilidade para compra de vacinas

0
76
Governadores do Nordeste falam à imprensa após reunião com o presidente Jair Bolsonaro e com o ministro da Economia, Paulo Guedes. Na foto, fala o governador do Piauí, Wellington Dias.

Mais agilidade na compra de vacinas é pedido a Bolsonaro

Dos 27 governadores de estados e do Distrito Federal, 14 assinaram carta enviada ao presidente Jair Bolsonaro em que pedem ajuda  para agilizar a compra de vacinas. Eles alegam que têm envidado todos os esforços possíveis, com a instalação de leitos de UTI, contratação de profissionais de saúde, compra de equipamentos e campanhas de conscientização do uso de máscara e distanciamento social, mas que, ainda assim, estão próximos ao “exaurimo-nos” e no “limite de suas forças e possibilidades”.

Na carta, os governadores pedem que os ministérios da Saúde e de Relações Exteriores acionem entidades estrangeiras e organismos internacionais para demonstrar a urgência no envio de um número maior de doses de vacinas ao Brasil.

Para isso, uma das estratégias seria a intermediação e o apoio da Organização Mundial da Saúde, a OMS. “Se não tivermos pressa, o futuro não nos julgará com benevolência”, escrevem. A carta veio horas após o presidente criticar, em Goiás, as medidas mais restritivas adotadas por governadores e prefeitos em várias regiões do país.

“Apelo aqui, já que me foi castrada a autoridade, para governadores e prefeitos: repensem a política do ‘fechar tudo’. O povo quer trabalhar. Venham pro meio do povo, conversem com o povo”, disse Bolsonaro. “Como eu gostaria de ter o poder, como deveria ser meu, para definir essa política.”

Os governadores citam o exemplo de países que têm demonstrado sucesso na redução de casos e mortes por Covid-19 ao combinar prevenção e vacinação com união política.

“Esses imunizantes são hoje para o Brasil e para os brasileiros muito mais do que uma alternativa ou medicamento: representam a própria esperança da população e, nesse sentido, nenhum governante pode correr o risco de não esgotar todas as possibilidades ou de procrastinar ações e procedimentos. Cada minuto, cada hora e cada dia são preciosos e decisivos, e constituem a triste diferença entre viver ou morrer.”, afirmam.

A carta foi assinada pelos seguintes governadores

RENAN FILHO
Governador do Estado de Alagoas

WALDEZ GOÉS
Governador do Estado do Amapá

RUI COSTA
Governador do Estado da Bahia

CAMILO SANTANA
Governador do Estado do Ceará

RENATO CASAGRANDE
Governador do Estado do Espírito Santo

FLÁVIO DINO
Governador do Estado do Maranhão

MAURO MENDES
Governador do Estado de Mato Grosso

HELDER BARBALHO
Governador do Estado do Pará

JOÃO AZÊVEDO
Governador do Estado da Paraíba

PAULO CÂMARA
Governador do Estado de Pernambuco

WELLINGTON DIAS
Governador do Estado do Piauí

FÁTIMA BEZERRA
Governadora do Estado Rio Grande do Norte

EDUARDO LEITE
Governador do Estado do Rio Grande do Sul

BELIVALDO CHAGAS
Governador do Estado de Sergipe

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação