Embaixador da China no Brasil anuncia que vice-presidente chinês e ministros virão à posse de Lula

38

Com Mercadante, diplomata discute transição energética 

Nesta sexta-feira (22), o futuro presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e um dos coordenadores do grupo de transição do novo governo, Aloizio Mercadante, se reuniu nesta sexta-feira (23) com o novo embaixador da China no Brasil, Zouk Qingqiao.

No encontro, foi revelado que o vice-presidente da China, Wang Qishan, estará presente na posse do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), acompanhado de três ministros chineses: os de Comércio, Relações Exteriores e da Comissão de Planejamento e Desenvolvimento, relata a Folha de São Paulo.
Segundo a mídia, ao longo do encontro, Mercadante e Zouk conversaram sobre a retomada de um fundo de US$ 10 bilhões (R$ 51,4 bilhões) a ser gerido pelo BNDES. O Fundo Brasil-China de Cooperação para Expansão da Capacidade Produtiva já existe, mas ficou parado durante o governo de Jair Bolsonaro (PL).
Ao mesmo tempo, as duas autoridades conversaram sobre parcerias entre o BNDES e o principal banco de desenvolvimento chinês para áreas como transição energética, transição digital, nova indústria e descarbonização.
Os chineses se juntam a diversas autoridades que já confirmaram presença na posse do petista, por exemplo os presidentes de Alemanha, Angola, Argentina, Bolívia, Cabo Verde, Chile, Colômbia, Costa Rica, Guiné-Bissau, Portugal e Timor-Leste, além do rei da Espanha.

O governo atual foi marcado por polêmicas em relação a Pequim devido à opinião do presidente, Jair Bolsonaro, sobre o país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui