Embrapa Cocais nesta segunda-feira evento voltado para a classe estudantil

0
416

Como parte das comemorações do aniversário de 45 anos da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), será realizado segunda, quarta e sexta-feira, ou seja, dias 23, 25 e 26, na Embrapa Cocais, no bairro do Turu (Parque Itapiracó), em São Luís, mais uma ação voltada para estudantes de escolas públicas e privadas, o Programa Embrapa & Escola. Serão realizadas palestras sobre os alimentos biofortificados e disponibilizadas maquetes explicativas das tecnologias da Embrapa Barraginhas e Sisteminha para um público estimado em cerca de 150 estudantes.

Na abertura de cada um dos dias, a chefe da Embrapa Cocais, Maria de Lourdes Mendonça Santos Brefin (foto), vai falar sobre as pesquisas realizadas e a contribuição da Empresa para a sociedade. As atividades ocorrerão na área de convivência e no auditório da Embrapa Cocais, com intervalo para lanche degustativo de alimentos feitos com produtos bioforticados.

Um exemplar das Minibibliotecas da Embrapa, iniciativa institucional da Embrapa de incentivo à leitura e à inclusão produtiva no meio rural, será entregue para cada um das duas escolas do município participantes do Programa: Unidade de Educação Básica Elzuila Abreu, cujos alunos visitarão a Unidade da Embrapa no dia 23 de abril, e a Unidade de Educação Básica Alice Coutinho, presentes dia 26 de abril. No dia 25, será a vez dos estudantes da Unidade Escolar do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – Senai participarem das atividades.

“A Embrapa Cocais desenvolve, há oito anos, o Embrapa & Escola,  atendendo estudantes das redes municipal, estadual e particular de ensino em sua sede, eventos agropecuários e ainda nas próprias escolas. Nas atividades da semana que vem, serão atendidas crianças dos 4º e 5º anos. Esperamos aproximar cada vez mais estudantes e professores do mundo da ciência, atingindo também a sociedade”, diz o chefe-adjunto de transferência de tecnologia, Carlos Vitoriano.

Embrapa & Escola – O programa é uma ação que integra a Embrapa e as instituições de ensino, aproximando cientistas, estudantes e professores para estimular nos jovens o interesse pelo conhecimento científico. São atividades realizadas em todas as Unidades da Embrapa no Brasil que demonstram como a ciência está presente na vida de cada um e destacam a contribuição da pesquisa agropecuária para o desenvolvimento nacional.

O programa fortalece os laços que unem os ambientes urbano e rural, orientando os participantes sobre a necessidade da preservação ambiental, a importância da sustentabilidade e de práticas que garantam uma melhor qualidade de vida.

Para saber mais, acesse https://www.embrapa.br/embrapa-escola.

Biofortificados – O projeto BioFORT tem como objetivo primeiro diminuir a desnutrição e garantir maior segurança alimentar a partir do aumento dos teores de ferro, zinco e vitamina A na dieta da população mais carente. O processo de biofortificação é feito com o cruzamento de plantas da mesma espécie, conhecido como melhoramento genético convencional, gerando cultivares mais nutritivas.

Além da qualidade nutricional, são também incorporadas boas qualidades agronômicas (produtividade, resistência à seca e pragas), além de boa aceitação pelo mercado. O projeto, ao longo do tempo, formou uma rede de pesquisadores no Brasil e no exterior que investe em conhecimento técnico-científico da agronomia e da saúde para obtenção de alimentos mais nutritivos e também em transferência da tecnologia em vários estados, incluindo o Maranhão.

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação