Empossado para segundo mandato, Edivaldo Holanda diz que vai cortar despesas

0
686

Empossado neste domingo (1º) para o segundo mandato à frente da Prefeitura de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT) anunciou que irá adotar uma série de medidas a fim de garantir o equilíbrio das contas públicas, tais como redução no consumo de água e energia elétrica, redução de contratos de aluguel etc. . “Nos próximos quatro anos, vamos continuar a executar o trabalho de desenvolvimento da cidade com transparência, moralidade e planejamento, priorizando aqueles que mais precisam”, disse o prefeito Edivaldo.

A solenidade foi no auditório da Federação das Indústrias, onde também tomaram posse o vice-prefeito, Júlio Pinheiro (PCdoB) e os 31 vereadores eleitos e os suplentes, além de ser eleita a mesa diretora da câmara para o biênio 2017-2018, que será conduzida pelo vereador Astro De Ogum.

Durante campanha eleitoral do ano passado, Edivaldo se comprometeu em prosseguir com o trabalho executado na cidade durante os quatro primeiros anos e continuar olhando para a população mais carente da cidade, além de contornar com planejamento, os desafios que surgirão diante da crise econômica e política no país.

Para o governador Flávio Dino (PCdoB), presente na solenidade, com a recondução de Edivaldo renasce também a esperança para São Luís. “É muito mais que uma vitória política partidária, é a vitória da população, que vai continuar a ser beneficiada com o belo trabalho já executado pela prefeitura. De minha parte, enquanto governador, caminharei lado a lado da gestão municipal”.

Destaques – Segundo o prefeito, São Luís contabiliza diversos destaques em nível nacional, dentre eles destacou o prêmio Prefeito Amigo da Criança, da Fundação Abrinq; o título de Prefeito Empreendedor 2015; a premiação do Sebrae Nacional que destaca iniciativas de desenvolvimento e incentivo aos pequenos empreendimentos; a segunda melhor nota entre as capitais brasileiras na Escala Brasil Transparente, que avalia o cumprimento da Lei de Acesso à Informação entre os municípios brasileiros.

A licitação dos transportes; urbanização de mais de duas mil ruas em cerca de 100 bairros. A desativação do aterro da Ribeira e a implantação dos Ecopontos; as rotas alternativas de tráfego, desafogando o trânsito dos principais corredores urbanos; aumento do número de leitos de UTI na capital; reformas de 30 Unidades Básicas de Saúde; ampliação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu); um núcleo especializado em Saúde do Homem, no Centro de Especialidades Médicas (CEM), do Filipinho; e uma Unidade de Saúde 24h na zona rural – a primeira do tipo na região foram algumas das realizações que destacou do primeiro mandato.

Ele disse também que valorizou a categoria dos professores concedendo aumento de 39,08% no acumulado dos quatro anos, além de ter executado um dos maiores programas de implantação de direitos aos educadores da história do Estatuto do Magistério: foram mais de 8 mil direitos implantados em três anos – entre progressões, titulações e gratificações – além de mais de 400 professores aposentados, dando celeridade há processos que estavam parados há vários anos. A valorização dos educadores, somada à requalificação das estruturas físicas das escolas, garantiu a retomada da curva de crescimento do Ideb: este ano, São Luís conquistou a terceira maior nota no indicador entre as capitais do Nordeste, para as séries finais do Ensino Fundamental.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação