Empresários de transporte recorrem ao Ministério Público do Trabalho contra greve

28
Transporte alternativo é usada para locomoção diante da paralisação de motoristas de São Luís

GIRO ECONÔMICO

Nova greve pode deixar São Luís sem transporte

Tendo em vista a decisão do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão de declarar greve geral em até 72 horas na capital, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís (SET/SL) pode recorrer à Justiça Trabalhista para conter ou menos não tornar 100% a paralisação.

Em assembleia realizada no último sábado (03),  a entidade solicitou audiência ao Ministério Público do Trabalho, para que a Justiça dê um parecer sobre essa situação.

Há uma grande preocupação do SET em relação a essa situação, neste final de ano, momento importante de aquecimento do comércio e quando centenas de pessoas utilizam diariamente o transporte público na capital maranhense, motivo pelo qual foi solicitada a audiência com a presença do Sindicato dos Rodoviários, que acontecerá nesta terça-feira, às 9h, na sede do MPT.

Governo Bolsonaro acabou

Não poderia haver mensagem mais convicente para começar o desmonte dos acampamentos de bolsonaristas nas portas dos quartéis do que o convite de Tarcísio de Freitas a Paulo Guedes para ser seu secretário de Fazenda em São Paulo:

O governo de Jair Bolsonaro acabou!

PERGUNTAR NÃO OFENDE 

O governo de Lula vai dar assistência aos refugiados da Venezuela ou o governo brasileiro vai ignorar essa crise humanitária para não admitir que no país vizinho existe uma situação que contraria seus conceitos políticos até porque para nós brasileiros pode ter um efeito Orloff?

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui