Enem 2020: veja o que muda na aplicação da prova em razão da pandemia

0
231

Recomendações e medidas a serem tomadas podem ser vistas nos novos editais

Os participantes e os envolvidos nos processos nos dias de prova da próxima edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), deverão seguir uma série de cuidados para evitar a transmissão do vírus. Isso porque com a pandemia do novo coronavírus houve a necessidade de readaptação em diversos setores, inclusive na educação, e mais especificamente na aplicação de provas de vestibulares.

O exame está marcado para os dias 17 e 24 de janeiro de 2021, em sua versão impressa, e 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021 na modalidade digital, esta última será realizada pela primeira vez desde a criação do exame.

Somadas as duas categorias, cerca de 5,7 milhões de brasileiros estão com participação confirmada no Enem 2020. 


O que muda na aplicação do Enem 2020


Os novos editais do Enem impresso e digital publicados recentemente pelo Inep apontam as medidas que serão adotadas pelo instituto em relação ao coronavírus. Confira, abaixo, os principais pontos:

  • Fica proibida a entrada do participante no local de provas após o fechamento dos portões e sem a máscara de proteção contra a Covid-19. Não podendo permanecer no local de provas sem máscara de proteção facial.
  • Durante a identificação, será necessária a higienização das mãos com álcool em gel próprio ou fornecido pelo aplicador, antes de entrar na sala de provas.
  • A ida ao banheiro será permitida desde que o participante seja acompanhado pelo fiscal, respeitando a distância prevista nos protocolos de proteção contra a Covid-19.
  • O participante que não utilizar a máscara cobrindo totalmente o nariz e a boca, desde sua entrada até sua saída do local de provas, ou recusar-se, injustificadamente, a respeitar os protocolos de proteção contra a Covid-19, a qualquer momento, será eliminado do exame, exceto para os casos previstos na Lei n.º 14.019, de 2020.
  • A vistoria de lanches e a revista eletrônica nos locais de provas, por meio do uso de detector de metais, também deverá respeitar os protocolos de prevenção contra a Covid-19. Só será permitida a retirada da máscara para alimentação ou ingestão de líquidos, desde que sem tocar na parte frontal, prosseguida da higienização das mãos com álcool em gel.


(Agência Educa Mais Brasil com informações do Inep)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação