Enem Digital terá prova de Redação manuscrita a partir deste domingo

0
133
Hand high school or college students hold pen and learning tutoring on desk and reading, doing homework, lesson practice preparing exam. Education concept.

Estudantes precisarão levar caneta esferográfica de tinta preta

A estreia do Enem Digital está marcada para o próximo domingo (31) e, a segunda etapa, para o dia 07 de fevereiro. Às vésperas da aplicação das provas, os inscritos precisam redobrar a atenção para as novidades que esta nova edição traz, que diferenciam-se do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 tradicional.

Diferentemente do que muitos estudantes pensam, a prova Digital não poderá ser feita em casa. Apesar do modelo utilizar o computador, a aplicação do Enem Digital será presencial, nos locais de prova divulgados na Página do Participante.

A estrutura da prova será igual à da versão impressa, com a diferença do uso do computador para responder às questões. No entanto, a redação será feita como no exame em papel e deverá ser redigida à mão. Por isso, é importante levar caneta esferográfica de tinta preta.

No primeiro dia do exame, os inscritos farão as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias, assim como de ciências humanas e suas tecnologias, além da redação. Quanto à prova de língua estrangeira, o participante deverá responder somente às questões referentes ao idioma que escolheu (inglês ou espanhol) na inscrição. Neste dia, o exame terá cinco horas e meia de duração.

Já no segundo dia, serão aplicadas as provas de ciências da natureza e suas tecnologias, bem como de matemática e suas tecnologias. Nesse caso, os participantes terão cinco horas para finalizar o exame.

Para esta edição-piloto do Enem Digital, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) disponibilizou 100 mil inscrições, sendo que 96.086 pessoas confirmaram a participação. Por causa do aumento de casos de infectados pelo novo coronavírus, no Amazonas não haverá aplicação para os 2.896 inscritos. Para este público, o Inep estuda aplicar as provas em 23 e 24 de fevereiro.

A expectativa é de que o formato do Enem Digital seja implementado de maneira progressiva até 2026, a fim de melhorar questões logísticas e estimular iniciativas de introdução dos estudantes à cultura digital.

“O futuro é o Enem Digital. Pela primeira vez na história do Brasil, haverá uma aplicação em computador. Com isso, você não tem a impressão de provas, como na versão em papel. Além disso, isso nos possibilita uma velocidade muito maior para receber os resultados, com agilidade e flexibilidade”, pontuou o presidente do Inep, Alexandre Lopes, durante entrevista coletiva.

*Com informações do MEC

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação