Hard skills e Soft skills: conheça os termos e saiba usá-los em uma entrevista

0
364

Essas habilidades são avaliadas por recrutadores

Nos processos seletivos para emprego ou estágio dois grupos de habilidades estão em constante observação: hard skills e soft skills. Embora os termos sejam de origem estrangeira, essas competências são avaliadas por profissionais de Recursos Humanos em diversas empresas do Brasil.

Hard skills são habilidades que podem ser adquiridas ao longo do tempo, a partir de cursos de qualificação, por exemplo. Nesse grupo estão os conhecimentos em uma língua estrangeira; cursos de graduação, técnicos, pós-graduação, mestrado e doutorado; habilidades ligadas à informática e conhecimentos operacionais diversos.

Já as soft skills estão ligadas às habilidades emocionais, sociais e comportamentais do indivíduo. Normalmente, essas competências são avaliadas por meio de dinâmicas de grupo. Nesse quesito destacam-se a proatividade; ética; resolução de conflitos; capacidade de trabalhar sob pressão; gestão de tempo; senso de liderança e comunicação interpessoal.

As competências e habilidades analisadas durante uma seleção variam conforme o cargo pretendido. “Se a gente partir para área de exatas, a pessoa precisa apresentar habilidade matemática, de raciocínio lógico e de número. Se for da área comercial, o foco maior é na comunicação, no relacionamento interpessoal, por exemplo”, explica a psicóloga e especialista em carreira, Clara Bonelli.

A importância das hard skills e soft skills está no fato de influenciarem no clima organizacional da empresa, principalmente as habilidades ligadas à personalidade, pois afetam os relacionamentos no ambiente corporativo e, consequentemente, a produtividade da equipe.

(Fonte: Agência Educa Mais Brasil)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação