Equipes da Prefeitura acompanham funcionamento do Centro do Comércio Informal de São Luís

0
100

Espaço tem capacidade para abrigar 250 comerciantes

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), esteve, na última terça-feira (05), no Centro do Comércio Informal (CCI) da capital, localizado na Avenida Magalhães de Almeida, Centro, espaço também conhecido como camelódromo. O objetivo foi dialogar com a categoria e identificar as principais necessidades do segmento. Durante a visita, a equipe verificou, ainda, as condições físicas do espaço que tem capacidade para abrigar 250 comerciantes.

Além de estreitar a relação entre a gestão municipal e o segmento, a vistoria representa um passo importante para a viabilização do ordenamento da área, frequentada diariamente por centenas de ludovicenses que buscam a diversidade de serviços oferecidos no CCI. A expectativa, de acordo com o secretário adjunto de fiscalização da Semurh e diretor da Blitz Urbana, Ashbel Muniz, é promover melhorias de forma conjunta, por meio de parceria com outras pastas.

“A presença de equipes da Blitz Urbana no Centro Comercial é uma das frentes de atuação do Prefeito Eduardo Braide para reforçar o apoio do Município na prestação de serviço dos comerciantes que trabalham no local.Nesta primeira visita, pudemos identificar pontos críticos que devem ser melhorados com pequenas intervenções da gestão municipal, como a poda de árvores, limpeza e iluminação pública. A partir disso, podemos formar uma força-tarefa capaz de concretizar melhorias que irão atender tanto às demandas dos comerciantes quanto da própria população que vive no entorno ou frequenta o Centro do Comércio Informal”, apontou.

Para o presidente da Associação dos Vendedores Ambulantes e Similares de São Luís, Carlos Cunha Santos, que participou do encontro e guiou a vistoria, a parceria é um marco para a categoria, já que “em outras gestões, não houve interesse prático em dialogar com os ambulantes”. Segundo o representante, atualmente o local é a principal fonte de renda para cerca de 100 comerciantes que aguardam por melhorias desde a inauguração do espaço.

Sobre o CCIInaugurado há 13 anos, o Centro do Comércio Informal, localizado na Avenida Magalhães de Almeida, conta com, aproximadamente, 2.700 m² de área. A construção do espaço foi uma solução adotada pela Prefeitura de São Luís para acabar com a ocupação desordenada dos ambulantes no Centro.

As obras foram iniciadas no primeiro semestre de 2006 e deveriam ser entregues em outubro daquele ano. A construção do Centro de Comércio Informal custou, aproximadamente, R$ 270 mil, recursos oriundos do Município. O local tem centro administrativo, banheiros públicos adaptados para pessoas com deficiência e idosos, posto de fiscalização do comércio informal, entre outras instalações.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação