Espanha e Dinamarca são desclassificadas nas cobranças de pênaltis

0
691

AÉCIO AMADO

Foi preciso cobranças de pênaltis para decidir quem se classificaria para as quartas de final nos jogo entre Espanha X Rússia e Croácia X Dinamarca, neste domingo (1º). Espanha e Dinamarca foram eliminadas e Rússia e Croácia vão se enfrentar pelas quartas de final.

No Estádio Luzhniki, em Moscou, depois de um empate em 1 a 1, Espanha e Rússia foram definir a classificação nas penalidades máximas. As duas primeiras cobranças de cada time resultaram em gols, mas a Espanha desperdiçou a terceira e a quinta, com Koke e Aspas respectivamente. Os erros eliminaram os espanhóis e fizeram a Rússia avançar para mais uma fase da Copa do Mundo. Após o pênalti perdido por Aspas, a torcida russa fez a festa nas arquibandas, enquanto os jogadores da casa se abraçavam no gramado.

Depois de um primeiro tempo de muita marcação e um segundo tempo de jogo concentrado no meio de campo, com eventuais jogadas de ataque, Rússia e Espanha precisaram da prorrogação para saberem quem passaria às quartas de final.

Empatadas por 1 a 1 no tempo normal, os primeiros 15 minutos da prorrogação foram marcados com uma Espanha ofensiva e a Rússia no contra-ataque. As jogadas espanholas sempre esbarravam na defesa russa. A bola voltava para os jogadores espanhóis que, mais uma vez, buscavam o ataque, mas eram neutralizados pelos zagueiros russos.

Copa 2018: Croácia e Dinamarca. Luka Modric, da Croácia, marca pênalti para a equipe.

Croácia – As seleções da Croácia e da Dinamarca também empataram em 1 a 1 no tempo normal. As duas seleções iniciaram a partida no Estádio Nizhny Novgorod, em Oblast, procurando o gol. Eles aconteceram logo nos primeiros minutos. A seleção da Dinamarca marcou com um minuto de jogo, com Jorgensen. Dois minutos depois, Mandzukica empatava para a Croácia, deixando o placar em 1 a 1.

Após os gols, as duas seleções mantiveram a postura ofensiva. Os dinamarqueses trabalhavam a bola em jogadas aérea croata para aproveitar a alta estatura de seus atacantes. A Croácia tocava mais a bola, buscando infiltrações pelos lados e meio do campo, com destaque para Modric. O jogador croata explorava jogadas próxima a área da Dinamarca.

O jogo permaneceu nesse ritmo na maior parte do primeiro tempo. Aos 41 minutos, Eriksen surpreendeu o goleiro croata, com um chute forte de fora da área: a bola quase entrou no ângulo direito do gol de Subasic. Cinco minutos depois o juiz argentino Néstor Pistana apitou o fim do jogo mo primeiro tempo.

Nas cobranças de pênaltis, a Dinamarca desperdiçou três e a Croácia perdeu duas, avançando para as quartas de final. As duas primeiras cobranças foram defendidas pelos goleiros da Croácia e da Dinamarca. Na quarta cobrança, Subasic evita o gol dinamarquês. A Croácia também desperdiça: Schmeichel faz uma excelente defesa. Na quinta cobrança dinamarquesa, Subasic voltou a defender. Na última cobrança croata, Rakitic botou a bola no fundo das redes da Dinamarca,

(Agência Brasil imagens de El País e Reuters)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação