Especialista ensina como amenizar possíveis problemas por depilação com lâminas

0
161

Esfoliar pele, usar água quente, aplicar óleos vegetais e não insistir se houver irritação são algumas recomendações

Enquanto não surgem medicamentos eficazes para barrar a contaminação da Covid-19, atitudes simples, como cuidar da beleza em casa, devem ser incorporadas à rotina. Porém, quando o assunto é a depilação, algumas dúvidas surgem. Como usar a lâmina sem riscos? E o que fazer para evitar alergias? Regina Jordão, fundadora do Instituto Pello Menos, com mais de 24 anos de atuação no ramo de depilação, dá algumas dicas, principalmente para as pessoas com pele mais sensíveis e que frequentemente ficam com bolinhas na pele, que nada mais são que foliculite após a depilação com lâmina.

“Quando isso ocorre, recomendamos a suspensão imediata do procedimento, pois essa inflamação constante pode causar uma vasodilatação crônica da superfície da pele e até deixar cicatrizes”, avisa.

Entretanto, alguns tipos de pele suportam melhor o uso da lâmina, desde que o procedimento seja realizado com algumas precauções:

  • Esfoliação da pele – A esfoliação vai retirar as células mortas da pele e minimizar as chances da lâmina causar irritações na superfície. “É indicado fazer esse procedimento duas vezes na semana, não mais do que isso, pois a pele pode ficar sensibilizada”, salienta Regina. “E não é recomendado fazer a depilação pouco antes ou logo depois do procedimento. O mais indicado é que essa esfoliação seja realizada três dias antes e três dias depois da remoção dos pelos”, comenta.
  • Evite produtos com álcool – Produtos que contenham álcool ou ácidos em sua composição não devem ser utilizados, pois podem deixar a pele mais sensibilizada e suscetível a alergias. “Os óleos vegetais, por sua vez, não são nocivos e ajudam a preparar a pele para o procedimento”, indica Regina. E caso a região fique sensível após passar a lâmina, o óleo também pode ajudar a acalmar a pele.
  • Use hidratantes – Durante o processo depilatório são removidos os queratinócitos assim como a camada superficial de oleosidade da pele; dois elementos que dão sustentação e proteção à esse órgão tão importante do corpo. Portanto, é preciso recuperar essa película protetora e a melhor forma de fazer isso é hidratando diariamente a região. “Desse modo, além de deixar a pele macia, isso irá ajudar o pelo em seu processo de crescimento”, explica Regina.
  • Água quente – A sugestão é fazer a depilação com lâmina no banho e com água quente. “A temperatura mais alta vai abrir os poros da pele, facilitando a eliminação dos pelos, e minimizando as chances de alergia. Mas, logo após o procedimento, o ideal é lavar a pele com água fria para fechar os poros”, finaliza a especialista.
Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação