Sampaio cede empate à Ponte Preta, mas se mantém no terceiro lugar na classificação da Série B

0
158

Macaca e Bolívia Querida ficaram 1 a 1 no jogo de Campinas

Duas partidas completaram a noite cheia desta terça-feira (1) pela 25ª rodada da Série B. Fora de casa, o Vitória conseguiu importante triunfo ao golear o Paraná por 4 a 1. No outro jogo, Ponte Preta e Sampaio Corrêa fizeram duelo de equipes na metade superior da tabela e empataram em 1 a 1.

Jogando no Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), Ponte Preta e Sampaio Corrêa fizeram duelo de equipes da parte de cima da tabela e ficaram no 1 a 1. Caio Dantas abriu o placar para a Bolívia Querida, mas Ruan Renato igualou para a Macaca. Com o resultado, os maranhenses seguem na terceira posição, com 41 pontos. A equipe paulista chegou aos 37 pontos e subiu para o sétimo lugar.

O Sampaio Corrêa abriu o placar logo aos sete minutos de jogo, em pênalti de Ruan Renato em cima de Caio Dantas, que cobrou no canto direito e balançou a rede. Depois do gol, a Ponte passou a se soltar e teve várias chances de empatar. Aos 27, Ruan Renato cabeceou livre após cobrança de falta, mas por pouco não acertou o alvo. Já aos 45, Apodi cruzou na cabeça de Camilo, que testou rente à trave. Além disso, os paulistas tiveram outras oportunidades em chutes de longe, mas não conseguiram igualar o marcador.

No segundo tempo, a primeira boa chance foi do Sampaio, em arrancada de Diego Tavares que terminou em finalização defendida por Ygor. Porém, a Ponte reagiu e chegou ao empate aos 16 minutos. Após cobrança de escanteio, Gustavo tentou encaixar cabeçada e soltou no pé de Ruan Renato, que completou para o gol vazio e se redimiu do pênalti cometido.

A Macaca teve chances de virar. Aos 24, Wellington Carvalho desviou de cabeça e levou perigo. Contudo, a principal oportunidade aconteceu aos 28, quando Apodi recebeu pelo alto e tirou do goleiro que estava bem adiantado, mas acabou desequilibrado e mandou para fora. No último lance, a equipe campineira quase conseguiu a vitória; no entanto, Gustavo salvou a Bolívia Querida com grande defesa.

(Com informações da CBF e foto de Álvaro Júnior/Ponte Press)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação