Internacional empata com Bahia e deixa escapar dois pontos para se isolar na liderança do Brasileirão

0
203
Internacional empatou com o Bahia e deixou escapar dois pontos para se isolar na liderança (Twitter Oficial do Bahia)

Atlêtico Mineiro e Sport do Recife também vencem os seus duelos

Quatro dias após Roger Machado deixar o comando do  Bahia, o Tricolor arrancou um empate nos acréscimos contra o líder Internacional, por 2 a 2, resultado que teve gosto de vitória para o Esquadrão. O Colorado segue na liderança, com 17 pontos, mas agora tem somente um ponto de vantagem para o vice São Paulo, com 16. Já o Tricolor baiano, com um jogo a menos, está em 11º lugar, com nove pontos. O time foi comandado Cláudio Prates, auxiliar fixo do clube baiano, que assumiu interinamente como técnico.

O Esquadrão  abriu o placar no estádio Beira Rio, em Porto Alegre (RS), ao 19 minutos, com um golaço de Rodriguinho. O jogador se livrou da marcação de Boschilla antes de mandar um belo chute colocado. Os donos da casa empataram aos 27 minutos. A jogada começou com Juninho, que tentou sair do campo de defesa com um chutão. Após desvio, D’’Alessandro dominou e tocou pra Thiago Galhardo cruzar na medida para Patrick escorar para o fundo da rede, e igualar o placar.

A disputa no segundo tempo foi bem mais acirrada. Aos 12 minutos, o volante Ronaldo se atrapalhou na saída de bola e, ao tentar recuperá-la, derrubou Thiago Galhardo. Na cobrança de falta de D’Alessandro, quem brilhou  foi o terceiro goleiro do Bahia,  Matheus Clauss, que estreou neste domingo (6), já fazendo uma defesa espetacular. Aos 18 minutos, veio o lance polêmico da partida: após cruzamento de D’Alesasandro na área, Cuesta subiu e depois caiu. O juiz Bráulio da Silva Machado assinalou pênalti do volante Gregore em cima de Cuesta. Mas o VAR se comunicou com o juiz, que reviu o lance no monitor, mas mesmo assim, confirmou a marcação do pênalti. Thiago Galhardo, artilheiro do Brasileirão, cobrou bem e pôs o Inter na frente no Beira Rio. Foi o oitavo gol dele no campeonato. O vice-líder na artilharia do Brasileirão é Gabigol, atacante do Flamengo, com seis. 

A partir daí, o Colorado botou pressão e até teve chances de ampliar. Mas foi o Tricolor baiano, já nos acréscimos, que balançou a rede, devido a um pênalti de Rodnei em cima de Élber, atacante do Bahia, que não estava com a bola. O juiz assinalou o pênalti, e com o auxílio do VAR, confirmou a penalidade. Claisson, que entrou 15 minutos antes do fim, cobrou e arrancou  o empate para o Bahia. Motivado, o Esquadrão ainda teve chance de ampliar, no cabeceio de de Ernando, mas o goleiro Abel Hernádez salvou a meta do Colorado.   

No Couto Pereira, Coritiba e Atlético-MG se enfrentaram pela oitava rodada do Brasileirão Assaí

Galo – O Atlético Mineiro visitou o Coritiba, no Couto Pereira, em Curitiba (PR), e venceu por 1 a 0, com gol de Eduardo Sasha em duelo válido pela oitava rodada do Brasileirão Assaí. Com o resultado, a equipe do técnico Jorge Sampaoli sobe para a terceira posição na tabela, com 15 pontos. Já o time comandado por Jorginho está em 17º, com sete pontos em oito jogos disputados. 

Primeiro tempo com vitória do Galo no Couto Pereira. Depois de pressionar e quase marcar com Keno e Guga, o Atlético-MG abriu o placar aos 30 minutos nos pés de Eduardo Sasha, que pegou rebote na área após cobrança de escanteio e estufou as redes do goleiro Wilson.

Sport e Goiás mediram forças na Ilha do Retiro pelo Brasileirão Assaí
Jogadores do Sport comemora vitória sobre o Goiás

Sport – O Sport engatou a segunda vitória consecutiva, na Ilha do Retiro, onde recebeu o Goiás, pela oitava rodada, e saiu de campo com triunfo por 2 a 1 e mais três pontos na conta. Com o resultado deste domingo (05), a equipe rubro-negra chegou aos dez pontos e pulou para a nona colocação, enquanto o Esmeraldino é o lanterna, com quatro pontos e dois jogos a menos. 

Os gols saíram somente no segundo tempo: Leandro Barcia apareceu, aos 14, e quase sem ângulo conseguiu aproveitar cruzamento de Luciano Juba para colocar o Leão em vantagem: 1 a 0. O Goiás tentou equilibrar o duelo. Rafael Moura, aos 22, parou em Luan Polli. No lance seguinte, Pintado cobrou escanteio e Elton mandou contra o próprio gol: 1 a 1.

Aos 30, Marquinhos recolocou o Rubro-Negro na frente. Patric levantou a bola na área e o camisa 33 mergulhou para fazer o cabeceio certeiro. No tudo ou nada, o Esmeraldino foi para cima nos minutos finais. Victor Andrade e Rafael Vaz assustaram, mas Luan Polli segurou o resultado para o Sport. 

(Com informações da Agência Brasil e CBF)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação