Santos e Grêmio empatam no primeiro confronto das quartas de final da Copa Libertadores

0
168

Peixe tem a vantagem do empate sem gols no jogo da volta na Vila Belmiro

Depois de ficar boa parte à frente do placar, o Santos acabou cedendo o empate em um pênalti polêmico e ficou na igualdade por 1 a 1 com o Grêmio, no jogo de ida das quartas de final da Copa Libertadores, disputado na Arena Grêmio, em Porto Alegre (RS), na noite desta quarta-feira (09). Kaio Jorge marcou para o time paulista e Diego Souza deixou tudo igual nos acréscimos do segundo tempo.

As duas equipes voltam a se encontrar na próxima quarta-feira (16), às 19h15, na Vila Belmiro. Por ter marcado um gol fora de casa que é critério de desempate, o Santos joga por uma igualdade sem gols. Do outro lado, o Grêmio terá que vencer. Um novo empate por 1 a 1 leva a decisão da vaga nas semifinais para os pênaltis.

Jogando em casa, o Grêmio começou a partida fazendo pressão na área do Santos e por muito pouco não abriu o placar. Aos três minutos, Pinares chutou cruzado e Kanneman apareceu para cabecear, mas a bola acabou pegando muita força e saindo por cima do travessão.

A resposta do time paulista veio em forma de gol. Aos 35 minutos, Pará cruzou na área, o goleiro Vanderlei saiu errado do gol e a bola sobrou limpa para Felipe Jonatan cabecear. Apesar da testada ter destino certo, o atacante Kaio Jorge escorou para o fundo das redes. Nos minutos finais, o duelo seguiu movimentado, mas o primeiro tempo terminou mesmo com a vitória parcial do Santos.

Na volta do intervalo, o Grêmio passou a procurar o empate a todo custo. Aos seis minutos, Matheus Henrique pegou a sobra de um escanteio e bateu de primeira, mas a bola acabou saindo ao lado do gol de John Victor. Já aos 15 foi a vez de David Braz aparecer livre na área e cabecear firme, mas acabou mandando para fora.

Com David Braz cobrando falta e Diego Souza de cabeça, o Grêmio exigiu boas defesas do goleiro John. Por outro lado, Kaio Jorge e Madson perderam grandes oportunidades de ampliar o placar em favor do time santista.

Nos minutos finais, o time paulista ainda teve o volante Diego Pituca expulso pelo segundo cartão amarelo. Com um a mais, os donos da casa aproveitaram o espaço e chegaram ao gol de empate. Nos acréscimos, a bola bateu no braço do zagueiro do Santos e depois de analisar o VAR, o arbitro marcou pênalti. Diego Souza foi para a cobrança e não desperdiçou. Por isso, o duelo terminou em 1 a 1.

(Da FPF com foto do Twitter oficial do Santos)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação