Estados Unidos vão enviar drones armados à Coreia do Norte

0
595
(FILES) A picture taken on February 21, 2010 shows an Israeli Heron TP surveillance drone, known as the IAI Eitan, flying during a presentation to the media at the Tel Nof Air Force base, south of Tel Aviv, Israel. After the Euro Hawk drone affair, the German Ministry of Defense favors two offers of the company EADS to replace the Euro Hawk, according to media reports on July 29, 2013. Among them the Heron TP surveillance drone. AFP PHOTO/JONATHAN NACKSTRAND

O Pentágono anunciou nessa segunda-feira (13) que vai enviar drones armados à Coreia do Norte. O envio dos chamados Gray Eagle MQ-1C foi anunciado poucos dias depois do início de exercícios militares conjuntos da Coreia do Sul e dos Estados Unidos, após a confirmação do governo norte-coreano da realização de testes bem-sucedidos com mísseis balísticos de longo alcance.

Os drones armados, entretanto, não serão direcionados somente à Coreia do Norte, liderada por Kim Jong-un. O porta-voz do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, Jeff Davis, afirmou que a utilização dos Gray Eagle MQ-1C faz parte de um plano estratégico global. “Não é só para a Coreia do Norte. Todas as divisões do Exército vão utilizar esses drones”, afirmou, em entrevista.

Ainda segundo o Pentágono, a Coreia do Sul vai receber uma equipe para operar os drones no início do ano que vem.

As manobras militares conjuntas entre a Coreia do Sul e os Estados Unidos são realizadas anualmente. No ano passado, cerca de 17 mil soldados dos norte-americanos participaram da iniciativa.

Atualmente, de acordo com o Pentágono, o Exército do país tem 28 mil soldados na missão da Coreia do Sul.
Agência Brasil

Compartilhe