Ex-ministro Luiz Henrique Mandetta vai ser o primeiro a depor na CPI da Pandemia no Senado

0
225

Omar Aziz presidente e Renan relator e comissão é instalada

O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS) deverá ser o primeiro a depor na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que vai investigar as ações do governo e o uso de verbas federais na pandemia de covid-19, que foi instalada nesta terça-feira (27) e elegeu seu presidente e vice. O depoimento será na terça-feira da próxima semana.

Depois de Mandetta, serão convidados na sequência os seus sucessores Nelson Teich, Eduardo Pazuello e atual, Marcelo Queiroga.

Os trabalhos serão comandados pelo senador Omar Aziz (MDB-AM), que indicou Renan Calheiros (MDB-AL) para a relatoria, enquanto o vice é Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Omar Aziz recebeu oito votos, entre os 11 membros da comissão, e derrotou Eduardo Girão (Podemos-CE), que foi autor do requerimento que estendeu o foco de atuação da CPI da Pandemia para abranger a aplicação por estados e municípios dos recursos repassados pelo governo federal.

Em seu primeiro discurso, o presidente disse que “não haverá prejulgamentos” de sua parte. “Essa CPI não pode servir para se vingar de absolutamente ninguém. Essa CPI tem que fazer justiça a milhares de órfãos que a covid está deixando”, afirmou.

O primeiro encontro do colegiado foi feito de forma semipresencial, com parte dos parlamentares participando via internet. A eleição, no entanto, foi secreta, restrita aos que compareceram ao Senado.

Agora que está oficialmente instalada e com o comando definido, a comissão tem autonomia para decidir se os seus próximos compromissos serão presenciais, virtuais ou mistos.

(Agência Senado)

Fonte: Agência Senado

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação