Federação do Comércio inaugura Centro Comercial para se tornar autossustentável

0
890

AQUILES EMIR

Ao fazer a entrega nesta sexta-feira (30) do Centro Comercial Fecomércio, no bairro do Calhau, em São Luís, o presidente da Federação do Comércio do Maranhão, José Arteiro da Silva, disse que com esse tipo de empreendimento busca a transformar a entidade autossustentável financeiramente. Segundo ele, há anos previu que os órgãos de representação, tanto patronais quanto de trabalhadores, poderiam enfrentar dificuldades financeiras por conta da suspensão de repasses automáticos, tal como ocorreu após a reforma trabalhista aprovada ano passado.

Embora seja favorável às mudanças ocorridas nas relações de trabalho, Arteiro disse que o fim do imposto sindical deixou sindicatos e federações descapitalizados e citou o exemplo da Fecomércio-MA que hoje arrecada 10% do que recebia antes da reforma trabalhista. Para ele, a saída é buscar oferta de serviços remunerados para que esses órgãos possam continuar existindo. O empreendimento inaugurado nesta sexta é uma das primeiras iniciativas para que a Federação tenha uma renda própria e não deixe de prestar os mesmos serviços que sempre ofereceu à classe empresarial, com a mesma qualidade.

Arteiro manifestou ainda confiança no futuro, tanto do Brasil quanto do Maranhão, haja vista as boas intenções manifestadas pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) e pelo governador reeleito Flávio Dino (PCdoB). Ele fez um agradecimento especial ao secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, pois, por seu intermédio, as portas do governo sempre estiveram abertas aos empresários, que são tratados indistintamente.

A iniciativa da Fecomércio foi elogiada pelo presidente da Confederação Nacional do Comércio (CNC), José Roberto Tadros, para quem o trabalho de Arteiro é um exemplo para o Brasil, daí porque merece continuar no cargo (leia coluna Giro Econômico). Tadros disse ainda que o Sistema CNC é um dos mais eficientes do Brasil e isto se deve à força de suas federações e dos sindicatos filiados a estados.

Centro – O Centro Empresarial com 11 lojas térreas com mezanino, 41 salas comerciais, além de um espaço de mais de 1.600 m² para a instalação de uma loja âncora. O novo espaço possui ainda, sobreloja com praça de alimentação de 260m², oito lanchonetes, varanda de 155m² com vista panorâmica, totalizando 61 unidades distribuídas em três pavimentos.

“O Centro Comercial Fecomércio tem o objetivo de aliar as vantagens da excelente estrutura e a boa localização, às facilidades para aluguel das salas comerciais ou lojas que possuem preços diferenciados para os empresários do comércio local. Acreditamos nesse modelo de negócio que vem se tornando cada vez mais atrativo na capital, já que segundo as pesquisas realizadas pela Fecomércio-MA, os consumidores têm procurado com mais frequência pelos centros comerciais, devido a praticidade, facilidade e comodidade que oferecem” destacou Arteiro.

Entre as comodidades oferecidas, o espaço disponibiliza vagas de estacionamentos em área externa e no subsolo, elevador social e de serviço, esteiras rolantes, poço artesiano, acessibilidade para cadeirantes, ar-condicionado e segurança monitorada por circuito fechado de TV.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação