Júlio Campos confirma liderança com Top-5 da Stock Car em Interlagos

5

Massa fica sem direção hidráulica e completa a prova na raça

Júlio Campos é, oficialmente, o novo líder da temporada 2024 da Stock Car. Depois de assumir a ponta na classificação com um sétimo lugar na corrida sprint, disputada no sábado (20), Campos confirmou a liderança com um Top-5 na prova principal, ocorrida neste domingo (21), quando largou e chegou na quinta colocação. Os resultados levaram o piloto da Pole Motorsport a 198 pontos na tabela, com cinco tentos de vantagem para o vice-líder.

 “Foi um fim de semana perfeito”, vibrou o piloto do Chevrolet Cruze #4. “A gente sabia que tinha um carro muito bom aqui pela performance do ano passado. E mesmo carregando esse peso extra [o lastro do sucesso, aplicado aos pilotos mais bem colocados na classificação do campeonato], conseguimos chegar ao Q3 na classificação e largar em quinto”, destacou.

Para Campos, o desafio será ainda maior na sequência do campeonato: além de ficar naturalmente mais visado por ocupar a liderança, o curitibano ainda terá de carregar um peso extra ainda maior por ter assumido a ponta.

“Em Interlagos, conquistamos pontos muito bons para o campeonato, que era o que precisávamos. Agora, vamos encarar a próxima prova não mais com 25, mas com 30 quilos extras, mas está bom”, finalizou.

A próxima etapa da Stock Car, em Cascavel (PR), acontece nos dias 18 e 19 de maio. A prova será a quarta de 12 do atual calendário. 

Na raça – Felipe Massa, piloto do Time Lubrax, patrocinado pela Vibra, passou pela situação complicadíssima de guiar o carro sem direção hidráulica por 12 voltas, neste domingo, em Interlagos. Com muito esforço, ele conseguiu completar a prova em 15º e está em quarto no campeonato, com 157 pontos.

“Meu Deus do Céu, é impossível sem direção hidráulica, principalmente nas curvas de baixa”, resumiu Massa, bastante cansado após a prova. “Mas valeu muito o esforço de completar a corrida e somar pontos, que serão importantes lá na frente”, ponderou Massa.

“Era uma corrida para brigar pelo pódio, mas tivemos esse problema na direção hidráulica e o carro fica muito pesado para guiar. Felipe foi muito guerreiro de ir até o fim”, elogiou Thiago Meneghel, chefe da equipe TMG.

A Stock Car volta a acelerar em Cascavel (PR), quarta etapa da temporada, no dia 21 de maio.

(Com informações das assessorias de Júlio Campos/Geferson Kern e de Felipe Massa/Alfredo Bokel)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui