Fernando Sarney admite favoritismo do governador Flávio Dino

0
1877

AQUILES EMIR

O empresário Fernando Sarney, coordenador da campanha do MDB, que tem sua irmã, Roseana, candidata a governadora, admitiu neste domingo (29) que o governador Flávio Dino (PCdoB), neste momento, tem um ligeiro favoritismo para vencer a eleição, mas isto não significa dizer que ele já venceu e que não possa ser derrotado, pois a ex-governadora tem amplas chances de reverter este quadro. Segundo ele, as chances de Roseana ser vitoriosa aumentam mais ainda num eventual segundo turno, mas não surpreenderá se ganhar logo no primeiro.

Fernando diz que uma série de fatores explicam o momentâneo favoritismo de Flávio Dino e o principal deles é estar no Palácio dos Leões, de onde pode atrair prefeitos e deputados para apoiá-lo – “eu sei como isto funciona” – e também por ter mais exposição na mídia, já que como chefe do Poder Executivo autorizava, inspecionava e inaugurava obras, firmava convênios, criava leis, nomeava, exonerava etc e uma série de ações que está impedido de realizar desde 07 de julho.

Para ele, no entanto, a disputa começa a ter mais equilíbrio a partir de agora, depois das convenções, pois com o início da campanha todos estarão em pé de igualdade. Uma série de fatores, como a disputa nacional, também poderá mudar rumos, de um lado e de outro.

O coordenador da campanha de Roseana diz também que a vantagem que Flávio Dino tem hoje em relação aos demais concorrentes é bem menos do que dizem as pesquisas por ele encomendadas e que são usadas como propaganda, mas não quis revelar qual seria essa diferença. Além disso, um grande número de eleitores ainda é de indecisos e estes só vão tomar posição com o andar da campanha.

Ele disse que o clima no seu comitê é de muito otimismo, e bem antes do dia da eleição a disputa poderá estar mais acirrada, impossível até de prever quem vencerá.

Fernando (de azul) coordenador da campanha de Roseana: favoritismo pode ser revertido

Apoios – Fernando Sarney disse que Flávio Dino corre o risco de ser traído pelo mesmo fenômeno que resultou na derrota de Lobão Filho (MDB) em 2014: ter o apoio de muitos prefeitos, mas ser rejeitado pelos eleitores.

De fato, na eleição de há quatro anos, o governador apenas prometia, agora tem de mostrar o que fez e quem está na oposição pode contestá-lo e prometer fazer diferente.

Vale ressaltar ainda que o fato de Flávio Dino ter o apoio da maioria dos prefeitos pode se tornar um problema para ele, porque em muitos municípios os atuais gestores estão desgastados e os grupos contrários estarão em palanques de candidatos da oposição. Vale ressaltar que no interior a população é praticamente dividida entre uma liderança e outra, independentemente de qual seja a situação.

Esta é a quinta campanha de Roseana coordenada pelo seu irmão. Sua experiência faz com que a movimentação dos adversários seja compreendida e possa ser confrontada com as mesmas armas para neutralizá-la.

 

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação