Fernando Sarney entra na linha sucessória de Rogério Caboclo na presidência da CBF

0
411

Sucessor de Caboclo terá de ser um dos vices-presidentes

Apesar de apostar no seu retorno ao comando da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) após os trinta dias de afastamento fixados pelo Conselho de Ética da entidade, a saída em definitivo do presidente Rogério Caboclo é dada como certo. O novo presidente será um dos vice, e neste páreo entra Fernando Sarney. O dirigente, no entanto, não parece disposto a entrar em conflito pelo cargo.

Caso Caboclo não reverta a situação, uma eleição será marcada para definir o novo presidente, que, pelo estatuto da CBF, tem que ser um dos oito vices da entidade. Além do Coronel Nunes, que está inteiramente no cargo, são eles: Antônio Aquino, Castellar Modesto Guimarães Neto, Ednaldo Rodrigues, Fernando Sarney, Francisco Novelletto, Gustavo Feijó e Marcus Vicente.

Segundo o portal UOL, Fernando Sarney continua como figura proeminente no relacionamento tanto com a Conmebol quanti a Fifa, mas não tem pretensão de ser presidente.

Vice da CBF desde os tempos de Ricardo Teixeira, ele aposta numa postura conciliadora para evitar danos às relações estremecidas nos últimos anos por conta dos escândalos envolvendo os presidentes da CBF.

Em entrevista à ESPN Brasil, Caboclo negou que jogadores tenham se rebelado contra a realização da Copa América no Brasil, como especulado pela imprensa.

“Os jogadores nunca falaram em boicotar a Copa América, em nenhum momento isso aconteceu [citando a reunião com os atletas]. E eu nunca quis trocar o Tite, a comissão técnica. Nós estaremos todos juntos na Copa de 2022, e para vencer”, disse ele.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação