Ferroviário bota a mão na taça de campeão da Série D ao derrotar o Treze por 3 a 0

0
569

O Ferroviário deu um grande passo para sua primeira conquista nacional, nesta segunda-feira (30), ao vencer o Treze da Paraíba por 3 a 0 e levar uma grande vantagem para a decisão da Série D do Campeonato Brasileiro em Campina Grande (PB).  Os gols foram marcados por Janeudo, Edson Cariús e Robson.

O resultado coloca a equipe cearense muito próxima do título, pois os paraibanos precisam agora vencer por quatro gols de diferença para  conquistarem o título no tempo normal. Uma vitória por três gols de diferença leva a decisão para os pênaltis. O grande campeão da quarta divisão do Campeonato Brasileiro será conhecido no próximo sábado (04), às 18h30, no Amigão.

As equipes protagonizaram a primeira final  da Série D 100 % nordestina. Jogando em casa, o Ferroviário partiu para cima. Logo aos sete da primeira etapa, Edson Cariús chutou forte, cruzado, mas o goleiro Mauro Iguatu espalmou e salvou o Treze-PB. Um pouco mais tarde, aos 18, Iguatu se destacou novamente, ao defender cabeceio de Luís Soares, à queima roupa.

De tanto insistir, os donos da casa foram premiados. Na marca dos 23 minutos, Janeudo acertou chute forte, da entrada da área, e não deu chances a Mauro Iguatu. Atrás no placar, o Treze começou a tentar controlar as ações do adversário. A melhor chance do Alvinegro veio aos 26, com chute de longe de Marcelinho, contando com o desvio de Gleibson.

O Ferroviário começou o segundo tempo de forma intensa. Edson Cariús teve duas boas chances: a primeira em cabeceio após cobrança de escanteio e, na sequência, em chute cruzado que bateu no lado de fora da rede. O Treze seguia buscando os espaços, mas sem tanta inspiração para criar as jogadas. Já os donos da casa se mantinham ligados e oferecendo perigo.

A concentração do Ferrão foi novamente fundamental. Aos 20 minutos, Edson Cariús recebeu cruzamento e cabeceou para ampliar o placar na Arena Castelão. A vida dos visitantes ficou ainda mais complicada aos 32, com Silva sendo expulso, após acertar o pé na barriga de Edson Cariús. O Ferrão aproveitou a vantagem numérica em campo, e marcou mais um: aos 41, Robson aproveitou falha da defesa do Galo e bateu colocado, no fundo da rede. Sem forças, restou ao Treze-PB aguardar o apito final. Já o time mandante comemorou muito e agora fica com a mão na taça.

(Com dados da CBF e fotos: Lucas Figueiredo)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação