Fiema participa da Semana de Tecnologia com demonstrações das ações de Sesi e Senai

0
636

A Federação das Indústrias (Fiema), através dos seus órgãos vinculados Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Maranhão (Senai) e o Serviço Social da Indústria (Sesi), participa, a partir desta terça-feira (16), da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), que ocorrerá até sábado (20), das 9h às 20h, no Multicenter Sebrae, em São Luís.

A ação é coordenada pelo Ministério da Ciência e Tecnologia por meio da Coordenação-Geral de Popularização e Divulgação da Ciência (CGPC/SEPED) e tem o objetivo de aproximar a Ciência e Tecnologia da população, tornando acessível a todos o conhecimento científico.

A ideia é criar uma linguagem acessível, por meios inovadores que estimulem a curiosidade e motivem a população e a classe estudantil, em especial, a discutir as implicações sociais da Ciência, além de aprofundarem seus conhecimentos sobre o tema. Este ano a SNCT aborda a “Ciência para a Redução das Desigualdades”, que está relacionado aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) estipulados pelas Nações Unidas, especificamente o de número 10 – Redução das Desigualdades.

Durante o evento, o público poderá visitar o estande institucional do Senai, que apresentará as tecnologias educacionais utilizadas para aprimorar o ensino nos centros de educação profissional da entidade, os projetos desenvolvidos pelos alunos em sala de aula, recursos como a manufatura aditiva por meio de impressora 3D, além da bancada didática de energia renováveis, a Unidade Móvel de Refrigeração e o programa SENAI 4.0, dentre outros.

O Senai e o Sesi participarão, dentro da SNCT, da II Mostra Estadual de Conhecimento e Tecnologia Assistiva, onde farão exposição dos materiais e atividades utilizadas nos Centros de Educação Profissional e Tecnológica voltadas para o segmento da pessoa com deficiência.

O Senai desenvolve o Programa Ações Inclusivas (PSAI), que tem por objetivo conscientizar a sociedade das potencialidades das pessoas com deficiência que atualmente, no Brasil, já somam 29 milhões, em idade de trabalhar, com capacidade produtiva, podendo exercer sua plena cidadania.

O programa oferece qualificação para que as pessoas com deficiência trabalhem na indústria. Nos últimos três anos foram capacitados pelo SENAI mais de 2.700 pessoas em cursos como instalador hidráulico, operador de computador, assistente administrativo, pedreiro de alvenaria, desenhista técnico, eletricista industrial, dentre outros.

Já o Sesi participa, dia 17, das 10h às 15h, do painel c “Políticas de Inclusão para Alunos Surdos e a Educação Profissionalizante”, e no dia 19, os alunos da Educação Básica articulada com Educação Profissional do Senai apresentarão o projeto “O olhar das mãos: uma proposta de inclusão nas áreas de ciências e suas tecnologias”, voltado para pessoas cegas.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação