Flamengo amarelou diante do Coritiba, mas venceu com gol nos acréscimos

0
676

Após Vitória e Chapecoense, o sábado (22) teve mais um jogo válido pela 16ª rodada do Brasileirão. No Luso Brasileiro, o Flamengo recebeu o Coritiba e venceu por 2 a 1, com gols de Berrío e Éverton Ribeiro. Com o resultado, o Rubro-Negro subiu para o terceiro lugar na tabela de classificação, com 28 pontos. O Coxa, que acumulou a terceira derrota seguida, desceu para o 14º lugar, com 19.

 

Sem vencer há três rodadas, o Flamengo entrou em campo pressionando o Coritiba. Logo aos três minutos, Trauco assustou ao levantar a bola na área, que tocou no travessão antes de sair pela linha de fundo. Aos seis, o Rubro-Negro abriu o placar. Em contra-ataque rápido, Geuvânio passou para Éverton Ribeiro, que encontrou Berrío livre no meio. O colombiano dominou e tocou na saída de Wilson: 1 a 0. O Coxa, que vinha de duas derrotas, também precisava do bom resultado nesta noite. Aos 12, quase empatou com Rildo, cortado por Rafael Vaz. Na sobra, Galdezani chutou de primeira, mas viu a bola explodir em Rômulo. Antes de acabar o primeiro tempo, o Flamengo teve boas chances de ampliar nas finalizações de Guerrero, Éverton Ribeiro e Geuvânio.

Na volta do intervalo, o Coritiba foi rápido e deixou tudo igual no primeiro lance. Tomas Bastos passou para Henrique Almeida, que entrou na área e tocou na saída do goleiro Thiago: 1 a 1. Sem perder tempo, o Fla tentou o gol na sequência, quando Vaz desviou levantamento de Éverton Ribeiro e viu o goleiro Wilson fazer a defesa. O Rubro-Negro seguiu criando boas chances, assim como o Coxa – que voltou melhor para a etapa complementar. Aos 44 minutos, Vinicius Junior foi derrubado na área e, na cobrança, Éverton Ribeiro decretou a vitória do Flamengo por 2 a 1.

Chapecoense surpreende Vitória mesmo jogando fora de casa (Maurício da Matta/Vitória EC)

Chape – No jogo da tarde, Vitória e Chapecoense se enfrentaram, no Barradão, em Salvador (BA), e o time catarinense levou a melhor: 2 a 1. Com o resultado, a Chape pulou para o nono lugar, com 21 pontos, enquanto o Leão, com 12, segue na 19ª posição.

 

Apesar de o Vitória ter iniciado o jogo pressionando mais, foi a Chapecoense quem abriu o placar no Barradão. Aos 26 minutos, Geferson recuou para Caíque, que deixou a bola passar e acabou derrubando Seijas na área. Na cobrança do pênalti, Reinaldo bateu com categoria e colocou o time catarinense na frente. Depois do gol, a Chape melhorou em campo e criou mais chances claras, enquanto o Leão não aproveitou as poucas finalizações que criou.

O Vitória retornou para o segundo tempo disposto ao empate. Após boas chegadas, conseguiu deixar tudo igual de pênalti, aos 13 minutos. A bola tocou na mão de Douglas Grolli na área. Na cobrança, Neilton deslocou Jandrei e fez: 1 a 1. Sem dar tempo para o time da casa comemorar, a Chapecoense marcou o segundo aos 18 minutos. Lourency, que acabara de entrar, recebeu lançamento de Arthur, avançou livre e estufou as redes. Para evitar a quarta derrota consecutiva, o Vitória correu em busca do resultado, mas viu a Chape se fechar e segurar o triunfo até o apito final.

(CBF e foto de Gilvan de Souza/Flamengo)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação