Flamengo empata com River Plate e fica em segundo lugar do Grupo 4 da Libertadores

0
563
Em partida válida pela última rodada da fase de grupos da Conmebol Libertadores, o Flamengo foi a Buenos Aires para enfrentar o River Plate e ficou no empate sem gols. Atuando no Monumental de Núñez, o rubro-negro criou boas chances no ataque, mas não conseguiu balançar as redes de Armani.
Com o resultado, o Rubro-Negro avançou na segunda colocação do grupo 4 da competição internacional, somando 10 pontos  em seis partidas disputadas.
Apesar dos donos da casa tentarem uma pressão inicial, o Flamengo começou bem e quase abriu o placar no primeiro ataque. Após chute de fora da área de Everton Ribeiro, Vinicius Junior desviou com o pé direito e assustou o goleiro Armani. Pouco tempo depois, foi a vez de Cuéllar arriscar de longe e carimbar a defesa adversária.
Os argentinos tinham dificuldades para arrumar espaços na defesa adversária e por isso a aposta era a bola pelo alto, mas Rhodolfo e Léo Duarte estavam bem posicionados para afastar o perigo.  Em algumas oportunidades, o River Plate chegou a arriscar de fora da área, mas Diego Alves mostrou muita segurança para defender os chutes que foram na direção do gol.
A melhor chance da etapa inicial foi do Flamengo e aconteceu na última bola. Antes do apito final, Everton Ribeiro achou Rodinei em boa posição para cruzar na área, o camisa mandou rasteiro, mas ninguém conseguiu empurrar para o fundo das redes de Armani.
Na volta para a metade final de partida, o Flamengo manteve mais a posse de bola e por pouco não abriu o placar com Everton Ribeiro. O camisa 7 cobrou falta perigosa na direção da área e a bola passou tirando tinta da trave adversária. No lance seguinte, Lucas Paquetá tentou bola enfiada para Vinicius Junior, porém a zaga do River Plate conseguiu interceptar o passe.
Aos 24 minutos, uma linda triangulação entre Vinicius Junior, Lucas Paquetá e Henrique Dourado quase terminou em gol do camisa 19. Sentindo o bom momento dentro da partida, o time brasileiro foi para cima do argentino e deu trabalho. Pouco tempo depois, Paquetá cobrou falta do meio da rua e viu Armani fazer a defesa para evitar o gol rubro-negro no Monumental de Núñez.
Os donos da casa só foram assustar aos 33 minutos do segundo tempo. Após Diego Alves escorregar, a bola sobrou para Scocco que bateu firme e viu o camisa 1 se recuperar muito bem para salvar o Flamengo. Na reta final, Paquetá teve grande chance de cabeça, porém parou nas mãos do goleiro adversário e o empate sem gols persistiu até o fim.
(Do Flamengo com foto de Staff Imagens/CRF)
Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação