Governo adota rodízio de veículos em São Luís: placa ímpar, segunda e quarta; par, terça e quinta

5
14580

AQUILES EMIR

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), anunciou nesta sexta-feira (08) a adoção, na próxima semana, em São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa, de um rodízio de veículos particulares, como complemento das normas de lockdown. Segunda (11) e quarta-feira (13) circularão apenas os de placa com terminação ímpar, enquanto na terça (12) e quinta-feira (14), par.

Na sexta-feira (15) será comemorado antecipadamente o feriado de Adesão do Maranhão à Independência (28 de julho), todos carros poderão circular, bem como no sabado (16) e domingo (18).

O governador anunciou também que pretende, a partir do dia 20, autorizar a abertura gradual do comércio, tema que está sendo debatido com a classe empresarial pelos secretários Simplício Araújo (Indústria, Comércio e Energia) e Francisco Gonçalves (Direitos Humanos), que deverão anunciar algumas regras para funcionamento de lojas, devendo ser obrigatório o uso de máscaras tanto por funcionários quanto por clientes.

Flávio Dino anunciou ainda que vai restringir o transporte intermunicipal novamente neste fim de semana como medida complementar do lockdown. Já se trata de uma fim de semana prolongado, com a antecipação do feriado de julho, serão aplicadas as mesmas medidas da Semana Santa.

O governador enfatizou ainda que o lockdown, apesar das críticas de alguns, é um sucesso, pois diminuiu de forma acentuada o número de veículos e pessoas nas ruas das quatro cidades da Ilha, e que sua prorrogação será uma decisão do Poder Judiciário, que determinou o decreto atual.

Apesar de a Justiça Federal ter dado um prazo de três dias para o Governo do Estado apresentar um plano para organização de filas e garantias de segurança das pessoas que se acumulam em frente às agências bancárias para recebimento de benefícios, o governador anunciou que aumentar as multas aos bancos que continuam descumprindo o seu decreto de organizar essas filas.

“Como há resistência por parte dos bancos de cumprirem as normas sanitárias, haverá multa de mais de R$ 500 mil por agência que não cumprir as normas. A medida será publicada ainda nesta sexta (8) com aplicação a partir da segunda-feira (11) e fiscalização do Procon e Vigilância  Epidemiológica”, disse o governador.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação

5 COMENTÁRIOS

  1. O corona afeta qualquer pessoa ou negócio, não importa o quão preparado você esteja, seja empresário ou repartição pública. Temo por aqueles que possuem pouco dinheiro para superar essa fase trágica.

  2. Se ele tá reclamando dos bancos e quer limitar o acesso dos poucos funcionários ao banco. Como que funciona?????

Comments are closed.