Flávio Dino comenta com discrição decisão do STF sobre importação de vacina

0
167
Governador Flávio Dino reivindica mais vacinas, apesar do baixo índice de aplicação do imunizante no Maranhão

CONVERSA FRANCA

PERGUNTAR NÃO OFENDE

Se autorizado a importar, por decisão do STF, vacina da Rússia, o Governo do Maranhão vai se esforçar para que seja aplicada, já que Coronavac e Astrazenca estão mais em estoques do que nos braços dos maranhenses?

Sobre decisão do STF para importação da Sputnik

O governador Flávio Dino (PCdoB) comentou discretamente a decisão do ministro Lewandowski, que deu prazo, até 28 de abril, para a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) se pronunciar sobre importação da vacina Sputnik V. Caso não se manifeste, o Governo do Maranhão, autor da ação, fica autorizado a importar e aplicar o imunizante.

Eis a nota do governador Flávio Dino:

O ministro Lewandowski deferiu liminar pedida pelo #Maranhão para que ANVISA analise pedido de importação da vacina #Sputnik até o dia 28 de abril. Com isso, fica eliminada a hipótese de protelações indefinidas. Vamos aguardar e acompanhar.

A Anisa também, discretamente, manifestou-se sobre a decisão:

A Anvisa informa que a decisão liminar do Exmo Sr Ministro do STF, Ricardo Lewandowski, cujo extrato foi publicado hoje, mantém o prazo de 30 dias para manifestação desta Agência Nacional a partir de 29 de março, nos termos da lei número 14.124 de 2021, no que se refere à importação em caráter excepcional da vacina Sputnik V por parte do Governo do Estado do Maranhão.

Caso ultrapassado o prazo, sem manifestação da Anvisa, fica o governo do Estado autorizado a importar e distribuir o imunizante.

O QUE ELES DISSERAM

Nos dias atuais quem usa máscara é mocinho e sem máscara é o bandido.

(Da senadora pelo Tocantins Kátia Abreu, sobre a mudança de costume após a chegada de pandemia de coronavírus)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação