Flávio Dino diz que Bolsonaro vai virar, mas ex-presidente

35

GIRO ECONÔMICO 

Virando, mas não a eleição

O ex-governador e senador eleito Flávio Dino (PSB) usou as redes sociais nesta segunda-feira (24) para exercitar um de seus maiores prazeres: provocar o presidente Jair Bolsonaro.

Repercutindo um dos maiores comentários sobre o momento da disputa eleitoral neste segundo turno, Dino diz que também está convencido de que o presidente vai virar, mas não as intenções de voto.

“Estão espalhando que “Bolsonaro vai virar”. Vai mesmo. Vai virar ex-presidente. Domingo”, escreveu ele.

Basa lança edital para startups

O Banco da Amazônia lançou consulta pública para contribuições de empresas de Aceleração de Startups que desejarem participar do programa Acelera Basa. O gerente executivo de Governança e Inovação de TI do banco, Cláudio Pinto, explica que o objetivo da ação é desenvolver o empreendedorismo, a inovação, bem como fomentar e propiciar a cultura inovadora com o objetivo de fortalecer esta instituição e a cadeia produtiva por ela financiada.

“O Chamamento Público está na praça para contribuições do modelo. Então é uma oportunidade para que as aceleradoras contribuam e opinem. Após este chamamento, faremos uma licitação para contratação da aceleradora que vai nos ajudar a construir o programa de aceleração aberta, chamado Acelera Basa. Não só vai nos auxiliar a estruturar o programa, como também vai nos ajudar a preparar o Basa para interagir com o mercado e poder ir a campo atrás de suas soluções”, destaca.

Ainda segundo o gerente, “é uma oportunidade para que essas empresas também cresçam e produzam cada vez mais”, considera o gerente executivo. As empresas que têm interesse em contribuir nesta primeira etapa devem enviar as propostas até o dia 30/10/2022, para o e-mail institucional licitacoes@basa.com.br

Receita Federal 

Cerca de 470 mil contribuintes que haviam caído na malha fina e acertaram as contas com o Fisco receberão R$ 800 milhões. A Receita Federal abre hoje (24) consulta ao lote residual do Imposto de Renda Pessoa Física de outubro.

A consulta pode ser feita a partir das 10h na página da Receita Federal na internet. Basta o contribuinte clicar em “Meu Imposto de Renda” e, em seguida, no botão “Consultar a Restituição”. Também é possível fazer a consulta no aplicativo da Receita Federal para tablets e smartphones.

Na visita ao Consórcio Alumar na última sexta-feira (21), o procurador-geral de Justiça, Eduardo Nicolau, ouve do diretor-geral da empresa, Helder Teixeira, explicações sobre os investimentos da empresa tanto na parte industrial quanto social, ambiental e cultural

Dados da safra 

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) iniciou, nesta segunda-feira (24), a coleta de dados para compor o 2º Levantamento da Safra de Grãos 2022/23. As informações serão colhidas nos estados do Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, São Paulo e Tocantins. A pesquisa será realizada remotamente nos demais estados produtores de grãos em que há cultivo nesse momento.

Basa Digital

Com o intuito de ajudar pessoas que vivem da agricultura familiar a evoluírem economicamente, o Banco da Amazônia disponibiliza uma plataforma de negócios digitais que facilita o acesso ao crédito: o Basa Digital, por meio da qual os clientes têm acesso facilitado ao crédito, como, por exemplo, do Pronaf B, linha de crédito de até R$ 3.000 para pequenos produtores.

Vista à Alumar

Membros do Ministério Público fizeram, sexta-feira (21), visita ao Consórcio Alumar, onde conheceram pátios de bauxita, porto e refinaria. O diretor da empresa, Helder Teixeira, apresentou dados sobre segurança no processo de produção de alumínio e alumina.

Ele destacou o papel da Alumar na geração de 7 mil empregos, sendo 92% ocupados por maranhenses e também detalhou movimentoo do porto, bem como ações do Parque Ambiental, projetos sociais desenvolvidos com comunidades do entorno da empresa.

Icms de combustíveis

Uma grande confusão foi criada, semana passada, após divulgação de vídeo em que um cupom fiscal aparece com alíquota do ICMS sobre combustíveis de 30,5%. Logo passaram a insinuar que o governo passou a adotar o índice anterior e não 18%.

O presidente do Sindicato do Revendedores de Combustíveis (Sindicombustíveis), em vídeo nas redes sociais, além de negar a volta do imposto velho, lembra que a tributação é feita na refinaria e não no posto, portanto, nenhum dano foi causado ao consumidor final.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui